Halloween, nem é Brasileiro mas a gente adoraaaaaaa

Nós temos o Carnaval, eles tem o halloween rs.

Eu Adoroooooo, temáticas e por mim a gente tocava campainha e pedia: Doces ou Travessuras?

Ah e antes de falarem: Rafa pelo amor de Deus, Halloween não tem nada haver com o nosso carnaval!!!! Eu respondo: Eu seiiiiii, foi apenas uma colocação do que nós temos e o que eles tem ok?

o Halloween surgiu com celtas, eles acreditavam que no início do inverno os mortos regressavam para visitar suas casas e que assombrações surgiam para amaldiçoar seus animais e suas colheitas. Todos os símbolos que hoje são característicos do Halloween eram formas utilizadas pelos celtas para afastar esses maus espíritos.  A cultura de celebração do Halloween é muito forte em países de língua anglo-saxônica, sobretudo nos Estados Unidos. Com o tempo, o feriado ganhou popularidade e hoje é comemorado, ainda que em menor escala, em grande parte do mundo.

Curiosidade: A tradição do Halloween foi levada pelos irlandeses aos Estados Unidos, onde a data é considerada feriado.

A maioria dos símbolos característicos do Halloween possuem origem nos primórdios da tradição, enquanto outros foram agregados com o tempo. Entre os principais estão:

As cores laranja e preto: O Halloween é associado com as cores laranja e preto pois o festival do Samhaim era comemorado no início do outono, quando as folhas se tornam laranjas e os dias são mais escuros.

Lanterna de abóbora: a lanterna de abóbora (do inglês Jack o’lantern) tem origem em um conto celta sobre um rapaz que foi proibido de entrar no céu e no inferno e vaga eternamente com sua lanterna em busca de descanso. A tradição de entalhar abóboras teve início nos Estados Unidos. Antes, os países de origem celta entalhavam nabos e inseriam velas no interior com o objetivo de afastar espíritos.

Os meus filhos por estudarem em escola onde apreendem o inglês, eles vivenciam o dia 31 e eu entro na brincadeira deles, geralmente faço a janta diferente, com algumas decorações pela casa e ou mesa de jantar.
É tão gostoso mostrar isso para eles e viver um dia lúdico, dessa vez iremos fazer:

  • Marshmallow Fantasmas;
  • brigadeiros cemitérios;
  • pipocas sangrantes;
  • bebida do drácula.

Bora, fazer uma noite arrepiante de linda?

Ooooun fofurinhas fantasmagóricas, rs.

Vocês vão precisar de:
– marshmallow vulcão;
– corante alimentício preto;
– palito de dente e
– paciência, rs.

Modo de preparo:
Molhe o palito de dentes no corante (não precisa ser diluído), e fure o marshmallow, esses meus da foto tinham açúcar em volta, por isso abriram um pouco.

Brigadeiros RIP .
Faça os brigadeiros como de costume, espere esfriar bem!!
Para fazer a “terrinha” triturei bolacha de chocolate, e joguei em cima, para fazer o “musgo”, usei confeito verde (coloque em um saco limpo e bata com martelo de carne), para o R.I.P usei a tinta comestível, palito de dentes e escrevi na bolacha maizena.

 

Brownies Zumbis:
Não sei fazer então comprei pronto, kkkkkkkk.
A “terrinha” e o “musgo” são iguais aos do brigadeiro, a lâpide eu cortei um pouco a bolacha.
Cortei um brinquedo do Rico (não contem pra ele, ok?) e coloquei uma mão saindo de um e um pé saindo de outro kkkkk.

 

E vocês gostaram?

Beijos.

Bem casa, bem nascido, bem vivido e bem sucedidos?

Eita que o “bem” invadiu de vez as comemorações e esse ano eu conheci o Bem Vivido e fazendo essa matéria conheci o bem sucedido rs.

O doce conquistou outros eventos como: batizados, bodas, formaturas, aniversários e até eventos corporativos, além de um novo “sobrenome”, também passou a ter uma variação de sabores. E continua como uma opção certeira de lembrancinha, afinal, o clássico nunca sai de moda não é?
A história sobre a origem do bem casado até hoje não é definida, mas o doce deve ter mais de 100 anos de existência, a maioria das fontes dizem que seu surgimento foi em Portugal, derivado dos “casadinhos portugueses”, mas existem relatos de que podem ter surgido na Espanha e, ou até mesmo na África do Sul. O doce que ganhou fama pela seu formato e simbolismo, já faz parte de diversos momentos especiais, começou em festas de casamento, selando e abençoando os noivos, já que o bem-casado representa a união de duas partes seladas pela cumplicidade e respeito mútuo.

Embora o processo de fabricação seja o mesmo, o recheio, a embalagem, o formato e a maneira como eles compõem os eventos é que fazem a diferença. Até porque o simbolismo que o doce representa é o que importa.

Olhem só como o nosso tradicional bem casado cresceu:

Bem Casados – Casamentos: dar sorte ao casal e convidados;

Bem Nascidos – Maternidade e Batizados: boas vindas ao bebê desejando vida feliz e muita saúde;

Bem Vividos – Aniversários: dar as bênçãos por mais um ano vivido;

Bem Sucedidos – Empresas: oferecer prosperidade e fortuna;

Bem Unidos – Bodas: para compartilhar a união feliz e o amor eterno;

Bem Formandos – Formatura: dar sorte à carreira que se inicia;

Bem Jovens – Debutantes: para compartilhar a juventude eterna.

 

Porém os bem casados, mantém o recheio clássico de doce de leite ou cupuaçu, já suas outras vertentes podem ser diferenciadas e terem o recheio de acordo com o anfitrião da festa. Se por um acaso, você optar por dois recheios diferentes, é de bom grado seu convidado receber 1 de cada.

No aniversário dos meninos os bem vividos fizeram um charme na mesa, brincamos com as embalagens de acordo com a roupagem dos super heróis e foi sucesso, fora que são uma delicia né?

A @lilarigourmet embalou eles com o papel tradicional e assim nasceram os bem vividos: Thor, Capitão América, Hulk e Homem de Ferro.

Foi a primeira vez que utilizei no aniversário dos meninos e adorei a opção de coloca-los na mesa, mas ficaria super bacana como lembrancinha também.

E você, o que achou?

Podologia – Saúde dos Pés –

Para que preciso de pés quando tenho asas para voar? – Frida Kahlo – 

Maaaaaas como não somos Frida e precisamos dos pés né? rs. Hoje vamos falar sobre os cuidados com eles. Os pés são nossa base e cuidar deles, não se trata apenas de estética qualquer desconforto ou problemas afetam a nossa postura e a capacidade de realizar as atividades do dia a dia. Gente se uma bolha no calcanhar faz com que a gente sofra de dor, imagina uma unha encravada.

E para esse bate-papo, ela que me deixa com os pés de princesa rs: – Sabrina Lima.

Sabrina, o que é a podologia?

A palavra Podologia deriva do grego: “podo” que significa pé e “logos” que significa estudo/tratado. Desta forma, a Podologia é a ciência da área da saúde que estuda, previne, diagnostica e trata as alterações dos pés e as suas repercussões no corpo humano. Está é a importância da podologia. Assim como outras ciências da saúde, a podologia teve grande evolução nos últimos tempos e continua em constante transformação.O tratamento dos pés deixou de ser visto como simples prática estética e passou para prática da área da saúde fazendo uso de instrumentos e técnicas para tratar as mais diversas podopatologias.

Por que devo procurar um podólogo?

Nossos pés são a base do nosso corpo e são eles que sustentam nosso peso e aguentam o impacto de nossas atividades rotineiras. Manter a boa saúde dos pés, através do acompanhamento e tratamento podológico é permitir qualidade e vida saudável. No entanto, podemos dizer que muitas pessoas só se lembram de cuidar dos pés somente quando tem dor ou patologia se manifesta.

Então, qual seria o momento adequado para procurar o podólogo?

Sempre! Quando os pés estiverem acometidos com alguma patologia, nós da área iremos cuidar e tratar dela e quando não houver patologia, o objetivo do atendimento será sempre a prevenção, profilaxia e relaxamento. Desta forma, é fundamental manter a frequência no profissional da área.

 

Quais as patologias que mais acometem os pés?

  • Onicocriptose – também conhecida como unha encravada (inflamada)
  • Onicoatrofia – deformidades nas unhas
  • Onicomicose – micose que acomete as unhas
  • Onicólise – descolamento da unha
  • Onicofose – excesso de pele na lateral das unhas
  • Onicorexe – unha quebradiça
  • Tínea Pedis – frieira
  • Calos e Calosidades
  • Fissuras no Calcâneo (rachadura no calcanhar)
  • Verruga plantar (olho de peixe)
  • Fascite Plantar
  • Esporão de Calcâneo

E Sabrina, existe uma idade certa?

Não! O choro frequente no caso de um bebê, muitas vezes, pode não estar associado a cólicas ou dor de ouvido, mas a uma unha encravada que inflamou, sabia? A solução é recorrer a um especialista em Podologia Infantil. A técnica é muito eficaz no tratamento do problema, desencadeado principalmente por conta de cortes irregulares da unha, calçados e roupinhas justas ou constante atrito do pezinho no bebê-conforto, cadeirinhas e carrinhos. A herança genética também é uma das causas. “Quando os pais têm unha encravada, provavelmente, seus filhos apresentarão algum tipo de problema nos dedinhos”, afirma a especialista, que atende crianças de todas as idades, inclusive recém-nascidos.

A Sabrina é formada há 12 anos pelo Senac Santos e tem algumas especialização como:
– órtese de curso de curativos com biogel;
– curso de laserterapia e
– curso de ozonioterapia.

Em seu canal no youtube ela mostra alguns atendimentos e dá dicas de como manter seus pés saudáveis.
Sabrina Podologia

E você, me conta como cuida dos seus pés?

 

Adaptação Escolar

E lá foi ele pra escola…..

O Enrico com 01 ano e 3 meses ingressava na sua vida escolar, e ele que sempre foi muito confiante nem me deu bola e entrou…. E eu? Eu chorei na porta da escola e me vi perdida, sem ter o que fazer, rs. O Felipe iniciou sua vida escolar há exatas 15 dias, e eu? eu não sei ainda o que pensar… a adaptação esta sendo muito diferente da do Rico, quarta-feira (31/07) e quinta-feira (01/08) entramos juntos as 13:30 fizemos as atividades juntos e viemos embora as 15:40.
Dia 02/08 tudo foi diferente….
Conversei bastante, expliquei que a escola era para ele, e que do mesmo jeito que eu levava e buscava o irmão, faria isso com ele.

Ele entrou as 13 hs, aos prantos… e eu? Fiquei firme e não me culpei.
Sábado e domingo quando o sino da igreja tocava ele já começava : – Escola não!
A gente explicava que não tinha escola, mas que segunda-feira a rotina voltaria.

Segunda-feira chegou …
O Felipe acordou e no café da manhã comecei a conversar com ele e expliquei que iriamos para a escola, mas que dessa vez a mamãe voltaria para casa. Ele me olhou e disse:

– o Felipe vai chorar, vai brincar, papa e chorar pra mamãe ir buscar.

Aquela empolgação de mochila, uniforme, lancheira … Ele foi todo empolgado andando, quando chegou perto da escola já começou: – escola não! e me pediu colo.
Conversamos com ele, quando chegou na porta: – CHORO!
Ele entrou sem resistência nenhuma, mas entrou chorandom chorando não aos prantos kkkkkk.
Me deu um nó na garganta e eu chorei na calçada.

Meu marido começou a rir e me chamou de bundona kkkkkk, as outras mães me acolheram de uma forma tão gostosa. Viemos embora e no caminho de volta conversamos que sabíamos que era o certo, mas que dava uma insegurança e uma sensação de que estávamos errados.

Ás 14:40 ligam da escola, já da aquele frio na barriga né?
E a coordenadora fala: – Oi Rafa, o Felipe ficou bem, mas agora depois do lanche começou a chorar e te chamar, você não quer vir busca-lo?
Eu: – Puxa jura, tudo bem. Vou sim!
Liguei pro meu marido e comentei:
– Olha como ele é esperto amor, disse que iria chorar para ir buscar e chorou!
Na hora me clareou e eu mesma complementei:
– Filho da mãe! Não vou buscar não! Ele me avisou o que faria e fez, se eu for buscar vai virar rotina.
Vai eu ligar na escola 20 min depois e explicar para a coordenadora, ela deu risada e disse:
– É Rafa, ele é além do tempo dele, muito esperto. Ele me perguntou se você viria eu disse que na hora de ir embora, ele parou de chorar e fomos pro parque.

OI?! kkkkkkkkkkkk fala sério né? que menino espertinho, já quer mandar na situação, como pode?.

Brincadeiras a parte, estamos no primeiro mês escolar e ele só foi 2 dias sem chorar e percebo que as saídas tem sido mais animadas. Ele teve o primeiro lanche festivo (comemoração do aniversariante do mês) ontem (27/08) compramos o presente da amiga Tonton e ele escolheu o brinquedo e a embalagem, foi pra escola todo empolgado mas chorou kkkkkkkkk. Ele chora mas não mostra resistência nenhuma em entrar, e logo no corredor da classe já para. Na saída veio todo feliz com a lembrancinha que foi um livrinho, e não desgrudou dele.

Tenho percebido na postura dele algumas mudanças, como sentar de perninha de índio (esmago de tanta fofura kkkkkk) algumas musiquinhas, e algumas saudações como: – Boa tarde, eu vou bem kkkkkkk. As pronuncias estão mais claras e seu vocabulário aumentando.

Ele volta da escola bem cansado, então deixo ele cochilar 1 hora para não ficar mal humorado e nem stressado, depois acordo ele, brincamos, dou a janta, brincamos e cama!

Me conta como foi a adaptação do seu filho, e ou como você esta se preparando para essa nova etapa.

Beijos.

 

 

Cólicas, calma que é normal!

Ahhh a Maternidade e as provas de sanidade mental que somos colocadas, rs.

CÓLICAS!

Meu Senhor, eu só tenho a agradecer, o Enrico teve uma única vez, já o Felipe algumas rs.
E não adianta simpatia nenhuma, rs pois as cólicas não estão associadas a nenhuma doença. Na verdade, ás cólicas (contrações da musculatura abdominal) são naturais e esperadas, isto é, fazem parte do desenvolvimento da criança. Elas acontecem nos primeiros três meses de vida porque seu filho está se acostumando a digerir o leite e a flora intestinal dele ainda não está formada. Lembre-se ele ficou 41 semanas só no líquido amniótico. É uma adaptação necessária para que o corpo da criança aprenda a lidar com o volume do alimento e também com os gases. JUDIAÇÃO, né? Mas me lembro do ditado da minha mãe: – Crescer dói!.

Por aqui usei bastante uma bolsinha de água quente própria para bebês, elas eram luz!
Recentemente descobri que a Algoducci desenvolveu uma Bolsinha Térmica com Sementes Terapêuticas, que contém erva-doce, camomila, linhaça e capim-santo para dar um cheirinho especial.

O produto é confeccionado em tecido 100% algodão permeável e pode ser lavado. Beeeem receita de vó né? A receita seguida pela empresária Regina Villanueva, na época em que seus filhos eram recém-nascidos, foi a inspiração para a criação, e acabou virando um produto da marca.

Além de ser recomendável para amenizar o desconforto tanto das cólicas quanto dos gases dos bebês, a bolsinha também é indicada para cólicas menstruais, informa a empresária Regina Villanueva, idealizadora da marca. Quanto a forma de utilização Regina explica: “A bolsinha deve ser aquecida no micro-ondas em média 30 a 40 segundos, mas é aconselhável que a mãe teste a temperatura antes de colocar na barriguinha do bebê, por cima da roupinha, até que os sintomas passem”.

Muitas são as dúvidas e inseguranças quanto aos motivos do choro do bebê, que servem de alerta para as mães. E para falar sobre esse assunto, consultamos a pediatra Dra. Loretta Campos, que esclarece: “As cólicas podem ser identificadas quando o bebê chora com intensidade, encolhe as perninhas e arqueia as costas para trás, estica-se e se espreme, além de soltar puns. Normalmente a cólica ataca no final da tarde e à noite, mas em casos mais difíceis o bebê chora a qualquer hora do dia. Pode ficar difícil dar de mamar para o bebê quando ele está tão desconfortável, algumas vezes a cólica pode aparecer durante a amamentação”, explica a médica.

PELOAMORDEUS em circunstancia nenhuma deem chá para os bebês, a vizinha recomendou e ou a prima da amiga do fulano fez e foi ótimo, bebês até os 6 meses precisam de Leite Materno e ou Fórmula (para aqueles que não mamam no peito).

Remédios somente sob prescrição do pediatra, OK?

Somos mães e claro que o desespero do nosso bebê, também é o nosso, então …

  • Respire, tente se acalmar para não passar para ele o seu nervosismo;
  • Coloque ele de bruços e embale-o em seus braços;
  • Massagens circulares em sentido horário no abdômen e ao redor do umbigo ajudam a soltar os gases. Um pouquinho de óleo de bétula ou de amêndoa, isso aquece o local e acalma o bebê;
  • as bolsinhas de água são super relaxantes e fazem um ótimo resultado;
  • leve ele para um ambiente mais calmo, com pouca luz, cante para ele e ou coloque uma musiquinha relaxante;
  • barriga com barriguinha: calor e aconchego.

Nenhum bebê nasce pronto, assim como nunca estamos prontas, então: que venham as experiencias.

Beijos enormes e espero que tenham gostado da dica.

Mãe também cansa!

Eitaaaaaaaaaaa que o que eu mais ouço é:
– Cansada de que? Trabalha em casa e fica só com eles, queria ver você no meu lugar!

Vamos lá :

Enquanto TODOS dormem, uma mãe está acordada e NINGUÉM vê!
Uma mãe come em pé, gelado ou quando dá, enquanto isso os filhos estão comidos, e a comida fresca feita.
Quem trabalha fora, se vê no direito de chegar em casa e falar: Tive um dia difícil, será que você pode ficar com eles?
OI?! e eu não tive um dia difícil, só porque trabalho em casa?

O que todos pensam:

Que a mãe dormiu 12 horas seguidas, levantou, tomou o seu café, conseguiu abrir os emails, o bebê acordou tomou café, o mais velho acordou depois de 30 min também tomou café, você lembrou que ele tem lição e ele foi fazer, o bebê brinca e ou vê tv lindamente enquanto você termina o almoço ou trabalha no computador. Você confere a lição do mais velho e sem precisar insistir ele vai brincar com o irmão.
– Filho, vai tomar banho. a Criança automaticamente sorri e diz:
– Claro mãe.
Coloca o uniforme, enquanto você joga uma água no corpo, todos sentam para almoçar com a paz do senhor, você faz as lancheiras e 15 min para as 13 hs todos estão prontos e de dentes escovados para ir a escola.

Lindo seria não é? Mas o que ninguém vê, e quando você conta é:

Consegui fazer o Felipe dormir as 00 hs, dormi no chão do quarto e levantei toda torta as 03 para ir pra cama, antes de ir deitar passo no quarto do Rico para conferir se esta tudo ok, magicamente o Felipe acorda as 04:30, volto para o quarto dele e faço ele dormir, volto pra cama, ás 06:30 ele acorda, eu cansada levo pra minha cama, levanto as 08:30 para tomar cafe sossegada, o Felipe acorda as 9 hs e só quer meu colo, volto pro café que já esta gelado e a bolacha murcha pq ficou com a manteiga, tento então trabalhar pelo celular, quando o marido sai para trabalhar me olha e diz:

– dá atenção pra ele, não sai desse telefone.
Dou aquela respirada, coloco o telefone na bancada e começamos a brincadeira, levanto para acordar o Rico e o Felipe vem aos berros pedindo colo, pego ele no colo, acordo o Rico, vou pra cozinha fazer um café pra ele, sentamos para fazer a lição, Felipe quer atenção e começa a querer rabiscar a lição do irmão, o irmão começa a gritar…. Respiro…. Lição feita, já estou toda atrasada e começo: encho a banheira, e grito do banheiro: Ricooooooooooo vai tomar banho !
Felipe entra no banho, dou banho nele e deixo ele brincar um pouco, enquanto vou ver o Rico! Para meu stress o bonito ta vendo TV, ai pareço aquelas mães loucas! Brigo e coloco no banho, corro pra tirar o Felipe que saí do banho com os pulmões a flor da pele, num choro de ensurdecer qualquer um. O Rico já esta de banho tomado e uniformizado, arrumo o Felipe (quase um MMA) e ele chorando… Vou tomar banho e o Felipe faz um escândalo! Fica no banheiro até eu terminar o banho (um banho onde lavo o cabelo de olhos abertas e falando: não mexe ai), vamos para a cozinha, coloco a comida dos dois, o Felipe cisma que quer comer a comida do irmão, troco os pratos, enquanto comem faço a lancheira, o Fê vê a bisnaguinha para de almoçar e quer comer a bisnaguinha naquela hora, as 13 o marido chega e fala:
– ainda estão assim? O que você fez de manhã?.
13:05 descemos para ir pra escola.

Chego, e estou aqui sentada escrevendo para vocês e minha funcionária me fala:

– Ou, não vai almoçar hoje não?
É são 14:45 e me lembro que não tomei água, não terminei o café da manhã e o almoço, esse eu nem vi ….

Tenho a sorte de ter alguém aqui de segunda a sexta para os afazeres domésticos, enquanto posso ser mãe, e várias vezes me pego pensando nas mães que não tem ajuda nenhuma. O Felipe está na escola há 01 semana, mas minhas tardes eram com ele no colo, com ele brincando, com ele, com ele, quando tinha que sair para cuidar de mim (que era raro) e ou ir em uma reunião presencial minha mãe vinha pra cá, mas não pensem que era fácil, pq ela reclamava muitas vezes.

Não julguem uma mãe que chora enquanto ninguém vê! Respeite.

Se você tem uma rede de apoio, agradeça! Se você sai para trabalhar e deixa seu (s) filho (s) na creche, escola em período integral, com as avós, você também pode estar cansada e se sentir culpada.

Você que sai pra trabalhar e julga uma mãe que diz estar cansada, ela NÃO esta cansada dos filhos e ou de ser Mãe, ela só esta cansada, assim como você que chega em casa e diz: o meu dia não foi fácil! o dela pode não ter sido também.

Quando um filho nasce, nos tornamos mães não ganhamos poderes especiais, continuamos seres humanos, passiveis de erros, com necessidades fisiológicas e psicológicas.

Vamos amar e respeitar mais e julgar menos ok?

 

Vamos entrar e tomar uma xícara?

Aquela frase que a Dona Florinda sempre falava e a gente só repetia né?

Mas se você é do time: a xícara é minha e nela tomo o que eu quiser, pera que  vamos conversar sobre isso, rs.

Você sabia que existe um tipo de xícara adequado para cada ocasião e que você também pode utilizar seu conjunto de xícaras para destacar a decoração da cozinha ou da mesa? Eu utilizei as minhas como destaque na prateleira que dividi a sala de jantar com a de estar.
Como moramos no litoral, minhas xícaras são bem Praieiras e lembram escamas de sereia na minha visão, na do filho e marido peixe rs.

Mas afinal Rafa, explica direito essa história de que tem xícara pra tudo.

Seja para uso no café da manhã ou em ocasiões especiais, há um tipo de xícara adequado para cada ocasião, e considerar as características dos materiais é um aspecto de fundamental importância para a escolha de um conjunto de xícara e pires que atenda às nossas necessidades, já eu comprava pela buniteza.

Xícara de vidro: O vidro é um dos materiais mais comumente utilizados para fabricação de louças como conjuntos de xícara e pires para uso constante. O material funciona como um excelente retentor de temperatura.

Xícara de porcelana: O conjunto de xícaras e pires feitos de porcelana é ideal para manter a bebida aquecida por mais tempo, pois conserva bem o calor. A flexibilidade do material permite que ele seja trabalhado através de inúmeras técnicas de gravação e pintura. Delicadas e elegantes, as xícaras de porcelana estão disponíveis em uma imensa variedade de estilos e são uma escolha adequada para uso em ocasiões especiais.

Xícara de cerâmica: A cerâmica é um material mais resistente e de textura mais acentuada que a porcelana. Um conjunto de xícara e pires de cerâmica é uma ótima opção de design para louças de uso diário.

Xícara de plástico: Colorido, leve e resistente, esse tipo de produto é uma excelente alternativa de utensílio para uso infantil. O plástico utilizado para fabricar esse tipo de recipiente é especialmente projetado para reter o calor e conservar a temperatura da bebida.

Sabe quando a gente quebra uma xícara de um jogo, ai quebra de outro e quando vamos ver não temos um conjunto completo? Se elas tiverem cores e ou desenhos que se conversem, fica super bacana misturar, mas se você não quer ousar, que tal usa-las na decoração?

foto: pinterest

 

Agora aquela regrinha dos bons costumes: o recomendado é encher a xícara até um pouco a mais que a metade.

 

Agora me diz, você é do time café ou chá?

Nivis, amigos de outro mundo

Eu ADOROOOO um desenho, rs e convenhamos que a Disney é campeã em criar criaturas fofas e apaixonantes, a série: Nivis, amigos de outro mundo que chega ao canal Disney Junior no dia 20 de julho (sábado) às 18h é uma produção original do canal, que combina live action com animação 3D. Ela conta a história dos Nivis, uma família do planeta Nivilux que chega à Terra por acidente quando sua nave se choca com a janela da casa de Amadeo (Gustavo Masó), um diretor de orquestra que vive com seu filho Felipe (Vinicius Campos) e sua adorável neta Isabella (Lourdes Errante).

O personagem Felipe (eeeeee tenho um filho com nome de desenho kkkkk)  é interpretado pelo ator brasileiro Vinicius Campos, que concedeu uma entrevista exclusiva sobre a série.

Como surgiu a possibilidade de fazer parte do elenco de Nivis, amigos de outro mundo?
Depois de ter sido co-anfitrião do Parquinho por três anos para o Disney Junior Brasil, senti a necessidade de fazer uma mudança e explorar outras possibilidades na televisão. A Disney trabalhou durante vários anos no projeto e estava interessada em mim para interpretar Felipe.

O que significa para você fazer parte do elenco?
É um orgulho muito grande. O projeto começou muito pequeno e cresceu rapidamente de ntro da Disney até chegarmos ao que vemos hoje. Tenho orgulho porque marca a “primeira vez” em muitos aspectos para a empresa: é a primeira vez que a Disney trabalha com animação 3D na América Latina e é a primeira vez que uma produção original da América Latina apresenta uma família protagonista que quebra o molde tradicional e tem um elenco muito diversificado. Este projeto tem uma mensagem muito forte de tolerância e respeito pela diversidade, e isso sempre foi muito importante para mim. Além disso, Nivis, amigos de outro mundo é o primeiro passo da minha carreira na América espanhola, já que eu estava sempre na tela no Brasil. Isso me permite me tornar conhecido entre um novo público.

Como você descreveria seu personagem? O que você mais gosta nele?
Felipe é um personagem maravilhoso, cheio de amor e fantasia. Ele tem sua “criança interior” muito a flor da pele e uma grande imaginação. Ele é um grande pai, muito presente, dedicado e amoroso. Eu gosto de tudo sobre ele!

O que você e seu personagem tem em comum?
Compartilho com Felipe essa impressão lúdica, sua paixão por contar histórias e brincar com a imaginação. Esse é o meu grande ponto de contato com ele.

Como você se preparou para interpretá-lo?
Houve uma grande evolução no desenvolvimento do personagem. O piloto do Felipe é muito diferente daquele que vemos hoje. Juntamente com Emiliano Larre, o diretor da série, trabalhamos para dar a forma que gostamos. Antes de gravar nós ensaiamos juntos por um mês e fomos capazes de experimentar, jogar, testar, corrigir… Assim, chegamos a uma série de características que são muito dele. Encontramos seu jeito de ser e reagir a situações diferentes. Fisicamente, por outro lado, desde o começo, decidi interpretá-lo com total liberdade e facilidade. Isso me fez sentir muito confortável em sua pele e totalmente relaxado no set.

Como você viveu a experiência das gravações? Qual parte do processo você mais gosta?
O que eu mais gosto é gravar. É o momento em que me sinto mais capaz. Eu sou um mau ator de ensaio!

Nivis, amigos de outro mundo, aborda questões como diversidade e inclusão, que hoje têm grande relevância em todo o mundo. Quais conversas você gostaria que a série inspirasse em torno desses temas?
Eu adoraria que a série ajudasse os pais a educar seus filhos na tolerância e respeito pelo que é diferente. Seria ótimo contribuir para a ceitar a ideia de que ser diferente é bom e que o mundo é muito mais divertido quando somos todos diferentes. Eu acho que a grande contribuição da série é apresentar personagens e situações plurais a partir da normalidade. Se isso leva a criança a conviver com os diferentes naturalmente a meta já é mais do que satisfeita.

Se você tivesse um amigo de outro mundo: o que você diria a ele sobre o planeta em que vivemos?
Eu diria que o melhor que temos são pessoas, que somos um planeta com habitantes incríveis.

Qual você acha que será a marca que Nivis, amigos de outro mundo vai d eixar para o público do Disney Junior?
Eu acho que vai marcar o público com uma avaliação positiva do diferente. Por sua vez, acho que vai inspirar futuros programas e produções para conversar com os pequenos com inteligência e bom conteúdo. É possível falar de muitos tópicos, abordando-os com coragem e amor.

 

 

It Malia que esse Blink é uma fofura só!

 

 

E ae, curioso para conferir mais essa estréia?

Corre lá no Youtube que tem um vídeo fofo pra gente matar a curiosidade:
youtu.be/M-mvdAqt72I.

Beijooos.

Pantone e Puma?

E se eu te contar que a Pantone e a Puma se juntaram em uma ação inédita? Projetado na cor do ano de 2019, PANTONE 16-1546 Living Coral, o sneaker foi idealizado pensando em mulheres que amam acompanhar todas as tendências de moda e comportamento.

SIM, é pra glorificar de pé, rs.

Que a Pantone desde 1963,  é a principal referência quando o assunto é cor, em todos os cantos do mundo disso não temos dúvidas, não é?

Responsável por selecionar e anunciar a “cor do ano”, a Pantone influencia no comportamento de diversos mercados: moda, design e outras indústrias, como já contamos por aqui.

A união com a PUMA foi o casamento perfeito, que resultou em uma colaboração exclusiva, com intervenções no tênis PUMA NOVA, que possui uma silhueta robusta, inspirada no design dos modelos de corrida dos anos 1990. No NOVA Pantone, o grande destaque é a cor vibrante Living Coral, que predomina em todo o cabedal do tênis.

A tradicional indicação com o número de referência da cor Pantone aparece para completar o visual na língua do tênis.

Rafa do céu, aonde encontro?! Calma que O NOVA Pantone está disponível a partir de HOJE terça-feira (11/06) por R$ 499,99 nas lojas Your ID, mas se não tem a loja em sua cidade, a partir de sexta-feira (14/06) no site PUMA.com. Você poderá garantir o céu.

Hey, aproveita e já manda o link desse post pro mozão, afinal essa novidade chega um dia antes do dia dos namorados, rs.

Simple Organic – maquiagem cool e atenta ao meio ambiente

Cara, eu to doida para experimentar maquiagem vegana, ainda não tive a oportunidade de comprar, mas já pesquisei tanto sobre que cada vez me dá mais vontade. A Simple Organic é uma marca brasileira ativista  de cosméticos certificados por organismos internacionais, que tem em seu manifesto ações e projetos de sustentabilidade e de impacto positivo. Pensa numa marca que pensa 100% em TUDO, já conhecia mas depois de ler tudo isso virei fã.
Vai muito além de rótulos, eles são engajados na causa ambiental.

Formulada com ingredientes orgânicos, veganos e naturais, toda a cadeia produtiva da marca está atenta aos princípios éticos, como bem-estar animal, respeito ao período de plantio, ou seja, seguindo práticas agroecológicas de cultivo.

“A produção de cosméticos orgânicos e veganos exige muito mais que a eliminação de agrotóxicos. Nossas fórmulas são livres de óleo mineral, silicones, corantes artificiais, conservantes e fragrâncias sintéticas, além de demais substâncias que podem prejudicar a saúde e a natureza, e muito menos são test adas em animais. Ser orgânico e vegano está diretamente ligado à preservação do meio ambiente”, destaca Patricia Lima, fundadora da marca.

Na semana em comemoração ao Meio Ambiente, seja na escolha pela não adoção de caixas para abrigar seus produtos até o recolhimento de embalagens para destinação correta do lixo, há uma série de iniciativas desenvolvidas pela marca a fim de contribuir com a preservação da natureza e a conscientização sobre pequenas escolhas do dia a dia.

Conheça as principais delas:

1. Não a caixas e embalagens secundárias como as previstas pela Anvisa l Pioneira na não utilização de caixas e embalagens como alternativa para diminuir a geração de lixo. A alternativa adotada pela Simple Organic foi a criação de saquinhos ecológicos para serem ressignificados da maneira que desejar.

2. Menos plástico l Grande parte do portfólio da marca utiliza vidro e papelão reciclado para abrigar os produtos. As poucas embalagens feitas com plástico são PET, que apresentam um valor comercial muito maior se comparado ao comum para as cooperativas de reciclagem.

3. Logística reversa: “Eu Reciclo” l Engajada na luta pela minimização da produção de lixo, a Simple Organic investe na logística reversa em um processo semelhante à compensação de carbono. Na prática funciona da seguinte forma: os clientes vão até as lojas da Simple Organic para realizar o descarte correto das embalagens, ganham um voucher de desconto e a marca se encarrega de destinar corretamente os itens para as cooperativas de reciclagem de cada cidade.

4. Construção com baixo impacto l A lojas da Simple Organic pelo país contam com personalidade e identidade próprias, mas sempre levando o conceito da marca. Entre os destaques do projeto está a sustentabilidade, que pode ser vista em diversos aspectos: da iluminação aos materiais utilizados nela, com destaque para iluminação LED, revestimentos de piso e parede reciclados, reutilizados ou de baixo impacto para produção, tintas à base de água, lonas de back light com produto PET, torneiras com economizadores de água, espelhos especiais com baixo teor de material poluente.

5. Ação social: Projeto Anajás l A comunidade Anajás, localizada na Ilha de Marajó, no Pará, é amparada por uma parceria firmada entre Simple Organic e Instituto Beraca em prol de comunidades vulneráveis. É lá onde é extraída parte do óleo de Pracaxi, matéria-prima utilizada na fabricação do BBA e do BBCream. Desde novembro de 2018, $1,00 de cada um dos produtos que utilizam o ingrediente em sua composição vendido em lojas físicas e online da marca é destinado para a comunidade.

Fala que a Patrícia não é um mulherão da poha e arrasou demais na criação da marca né não?
E pra quem quer adquirir (assim como eu, rs) vou deixar um link com as franquias e se joga na produção e na make beeeeem baphônica e cool.

Simple Organic

Beijos com batom vegano e olha que vantagem:

  • Livre de substâncias químicas
  • Livre de abusos ao meio ambiente
  • Livre de abusos aos animais
  • Não ressecam a pele
  • Ajudam na hidratação
  • Diminuem a chance de acne
  • Evitam alergias e irritações