Vamos Planejar as Férias?

Ah já dá pra sentir o cheiro da comidinha de Natal, as crianças querendo abrir os presentes e férias escolar…

FÉRIAS!

Aiii já começamos a planejar, orçar, e sonhar com o sossego não é? Mas como saber qual a melhor hospedagem para a nossa família?

É chic falar: – Fechamos um resort para as férias de dezembro!

Mas você sabe qual a diferença entre: pousada, hotel e Resort? Será que se encaixa para a sua família ou para a proposta da sua viagem?

RESORTS – Segundo Marcos Dias, CEO do clube RDC Férias, em resorts, o cliente encontrará fartura e acessibilidade na alimentação, muitas vezes em sistema all inclusive. Com esta modalidade, está liberado o consumo, de acordo com o quê o estabelecimento oferece e determina. A outra grande sacada vem da infraestrutura, cuja finalidade é proporcionar uma experiência imersiva ao hóspede nas próprias dependências do estabelecimento, sem ter que se deslocar para fora dele. Piscinas, playground, SPA, salão de beleza, recreação para as crianças, bares, atividades. “Tudo isso, geralmente, está inserido no valor da diária. Mas, por não haver uma padronização específica, que inclua cardápio e serviços oferecidos nas diárias, é importante pesquisar sobre o que cada resort oferece de diferencial e seus possíveis valores”, explica Dias.

HOTÉIS – Os hotéis, no entanto, trabalham diferente, de uma forma que permite que os hóspedes tenham mais liberdade para aproveitar a sua estadia. Essa opção é mais indicada para quem vai “turistar” por aí. A grosso modo, essa variedade hoteleira é mais flexível, mudando conforme a sua estrutura e pacotes acordados. Geralmente, o café da manhã está incluso no valor da diária, no entanto há outros tipos de regimes de alimentação, como a meia pensão e pensão completa, ou ainda o all inclusive, que dependem das características e operação de cada hotel e local.

“No Clube RDC Férias, eles são acordados à parte da mensalidade, pois diferem em sua oferta, dificultando a inclusão no valor mensal pago pelo associado. Outros serviços que também podem fazer parte da diária ou serem cobrados pelos hotéis são o estacionamento, lavanderia, serviço de quarto, wi-fi, cama extra e frigobar. O interessante é saber o que é mais coerente com a sua viagem e expectativa para que tudo seja lembrado com bons sentimentos”, aconselha o diretor de Hotelaria da RDC Férias, Júlio Castanheira.

POUSADAS – Já as pousadas têm um ambiente mais intimista, com uma estrutura menor em comparação aos hotéis ou resorts, porém não menos aconchegante e charmosa. Uma pousada tem a capacidade máxima de até 30 unidades habitacionais e 90 leitos distribuídas em área térrea, em até três andares ou em chalés e bangalôs. É uma opção cujo serviço dispõem de recepção e alimentação. Um cantinho mais próximo de um lar em acolhimento, geralmente com uma administração familiar e poucos funcionários. Como os hotéis e resorts, essa modalidade também pode variar de 1 a 5 estrelas, conforme a estrutura oferecida.

 

CUIDADOS PARA TODOS OS TIPOS DE HOSPEDAGEM

O primeiro deles, crucial e ao mesmo tempo esquecido, é a solicitação da reserva. Parece simples e é, pois apenas com ela a estadia em resorts e hotéis estará segura e tranquila. Certifique-se se o pagamento de algum adiantamento ou sinal se faz necessário para confirmação da reserva, e de ter às mãos, na hora do check-in, documentos importantes de identificação. Esses cuidados são a sua segurança, assim como orientações relevantes para fazer desse momento inesquecível.

Castanheira esclarece que todos os hóspedes no Brasil precisam preencher a Ficha Nacional de Registro Hóspedes – FRNH. É uma aplicação obrigatória, determinada pelo Ministério de Turismo a qual armazena todos os dados relativos à hotelaria. Se a viagem é internacional ou o hóspede for estrangeiro, vale ressaltar que o passaporte é imprescindível. Em algumas situações, será requisitado o visto de entrada no país.

Um último ponto, que sempre causa dúvidas e em algumas vezes surpresas, é a hora do check-out. Saber quais meios de pagamento são aceitos, por exemplo, bandeiras de cartão ou cheque, e como funciona a forma de pagamento, por exemplo, se é aceito parcelamento, resolve metade dos problemas. Alguns estabelecimentos pedem o número do cartão de crédito como segurança da reserva, outros exigem o pagamento das diárias no check-in e há aqueles que apenas no check-out. Cada um à sua maneira, como as formas de hospedagem.

“Nesta hora também acontecem as surpresas com conta de estacionamento, frigobar e outros possíveis custos que, dependendo do hotel, resort ou pousada, não estão inclusos na diária. Por isso, dica importante se dá duas vezes: verifique as características da hospedagem que você escolheu, quais serviços estão inclusos e quais são cobrados à parte”, alerta Castanheira. Por não haver uma padronização específica, que inclua cardápio e serviços oferecidos nas diárias, uma experiência anterior pode não ser referência para uma futura. Sabendo de todas essas particularidades, faça sua escolha e suas reservas com antecedência e boa viagem!

  

Sobre a RDC Férias – Criado em 1992, em São Paulo, é um clube de férias que tem hoje mais de 70 mil associados que não abrem mão de viajar em qualquer época do ano, de maneira prática, econômica, segura e tranquila. Sua rede conta com 800 hotéis, resorts e pousadas credenciados no país e cerca de 20 mil outros ao redor do mundo. Seu produto principal é um plano que permite que o sócio desfrute de férias programadas, pagando uma taxa mensal que é convertida em até 07 diárias em hotéis da rede RDC Férias com um custo mais acessível se comparado ao varejo. O sócio conta ainda com uma ampla infraestrutura de apoio ao planejamento de sua viagem, recursos extras oferecidos pela agência RDC Viagens, bem como descontos exclusivos em parques temáticos e benefícios em mais de 100 lojas e parceiros conveniados. Site: www.rdcferias.com.br. Blog – www.meuroteirordc.com.br.

 

Outubro Rosa – alimentos que previnem o câncer de mama –

Eita que Outubro é o mês mais rosa do calendário, e você sabe porquê?

O movimento popular internacionalmente conhecido como Outubro Rosa é comemorado em todo o mundo. O nome remete à cor do laço rosa que simboliza, mundialmente, a luta contra o câncer de mama e estimula a participação da população, empresas e entidades. Este movimento começou nos Estados Unidos, onde vários Estados tinham ações isoladas referente ao câncer de mama e ou mamografia no mês de outubro, posteriormente com a aprovação do Congresso Americano o mês de Outubro se tornou o mês nacional (americano) de prevenção do câncer de mama.
A história do Outubro Rosa remonta à última década do século 20, quando o laço cor-de-rosa, foi lançado pela Fundação Susan G. Komen for the Cure e distribuído aos participantes da primeira Corrida pela Cura, realizada em Nova York, em 1990 e, desde então, promovida anualmente na cidade (www.komen.org). – fonte: outubrorosa.org.br

Movimento realizado mundialmente, o Outubro Rosa visa conscientizar a população sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer de mama,tipo mais comum entre as mulheres, no mundo e no Brasil, depois do de pele não melanoma. De acordo com o Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (Inca), o câncer de mama responde por quase 30% dos diagnósticos registrados anualmente. O Inca estimou 59.700 novos casos só para este ano.

O câncer pode ser causado por diversos fatores, seja genético, endócrino ou até comportamental, como explica a nutricionista funcional e oncológica Michelle Mendes, da Aliança Instituto de Oncologia. Ela aponta que um dos agravantes da doença é a má alimentação, que ocasiona muitas vezes, o sobrepeso e a obesidade.

De acordo com a especialista além de contribuir para a manutenção do peso e a prevenção da doença, alimentos naturais como frutas e verduras possuem fibras, vitaminas, minerais e diversos fitoquímicos que podem atuar no combate aos radicais livres, protegendo o DNA. “É importante fazer a ingestão destes alimentos diariamente”, ressalta.

Já o consumo regular de alimentos gordurosos, salgados e enlatados pode favorecer o aparecimento da doença. Michelle aconselha evitar frituras, carnes com gordura aparente e embutidos, como linguiças, salsichas, salames, presuntos, entre outros.

A nutricionista separou algumas dicas de alimentos que ajudam na prevenção do câncer de mama.

Confira:

  • Frutas vermelhas – como framboesa e amora, contêm antocianinas que retardam o crescimento de células pré-malignas.
  • Romã – contêm ácido elágico, um antioxidante que ajuda a inibir a enzima aromatase, responsável pela produção de estrogênio e fundamental para o surgimento de células cancerígenas.
  • Melancia, Morango e Tomate – são frutas ricas em licopeno que protege as células do nosso organismo contra os radicais livres, além de ser também responsável por estimular o sistema imunológico.
  • Uva – rica em flavonoides que podem retardar o crescimento de células malignas no organismo.
  • Cenoura – rica em carotenoides, que atuam no combate aos radicais livres. Acerola, abóbora e manga são outras boas fontes desse nutriente.
  • Brócolis – contém sulforafano, molécula capaz de aumentar o número de enzimas protetoras presentes no tecido mamário.
  • Soja – Rica em fitoestrógenos que atuam como protetores contra o câncer de mama.
  • Ervas e especiarias como pimenta preta, curry, salsa, manjericão, orégano e açafrão são ricos em antioxidantes que possuem ação anti-inflamatória auxiliando na prevenção do câncer de mama.
  • Chá-verde – contém antioxidantes chamados catequinas, que podem ajudar a prevenir o câncer.
  • Linhaça – É fonte de lignana, um fitoestrógeno de ação relacionada à prevenção de câncer de mama.
  • Cogumelos – Contém antioxidantes que auxiliam na prevenção da doença.
  • Azeite de oliva, abacate e castanhas são gorduras boas com propriedades anticancerígenas.
  • farinha branca, o arroz branco e o açúcar são gatilhos para mudanças hormonais que podem provocar o crescimento de células cancerígenas. Sempre que possível troque esses alimentos por suas versões integrais.

Mesa lateral na decoração.

Oieee,

Hoje em dia as mesinhas laterias estão super em alta e além de dar aquele UP na decor são super funcionais. Eu amooo objetos úteis, rs. Apesar de não ser exatamente um móvel essencial, a mesa lateral pode ser muito útil além de complementar a decoração, dando um toque extra de charme.  A mesa lateral geralmente é usada na sala de estar e ao lado dos sofás, sabe aquele espacinho vazio que a gente sente que falta algo, coloca lá a mesa e voulá, mas elas também ficam bem charmosas quando colocadas ao lado de uma poltrona.

A mesa lateral não costuma ser muito baixinha como uma mesa de centro nem mais alta como uma mesa de jantar, o ideal é não ultrapassar 10 cm para cima ou para baixo do braço da poltrona ou sofá.. Essa altura permite que a mesa lateral para sala seja usada confortavelmente como um apoio extra para quem está no sofá, permitindo, por exemplo, colocar ali objetos que estão usando, como copos e controles remotos.

(inusual)

As mesas laterais ou mesas auxiliares, podem ser funcionais ou decorativas, dependendo do gosto do morador ou da necessidade de cada casa. Caso sejam funcionais, podem servir de apoio para livros, controles ou base para vasos e artigos de decoração. Mas também podem compor um ambiente como uma obra de arte, devido à exuberância, formato e matéria-prima utilizada. A versatilidade da peça permite que ela seja usada em vários lugares da casa!

07 passos para a mesa lateral ser utilizada com sucesso, rs:

  1. Escolha o local ideal para a mesa lateral. …
  2. Conheça os modelos de mesa lateral. …
  3. Tenha atenção ao tamanho da mesa. …
  4. Defina a cor da mesa. …
  5. Confira a altura da mesa. …
  6. Use a mesa lateral no lugar da mesinha de centro. …
  7. Selecione os objetos decorativos.

Eu já me inspirei e to com várias idéias pra nova decoração da sala, rs.

E você, gostou da nossa dica?

Beijos.

 

Afinal o que é Milk Bath?

Oies,

Entre tantas novidades para as gestantes e mães o Milk Bath chegou chegando e arrancando suspiros. Mas afinal, o que é esse tal de milk Bath Rafa?! Nada mais é do que: – Banho de leite, rs.
Alguns soltam:  – Eca que Nojo! Mas o banho de leite não é nenhuma novidade, a diva Cleópatra era Fã desses banhos e ele é super cheio de propriedades sabiam, então antes de falarmos sobre os ensaios fotográficos, vamos falar do banho de leite Ok?

Como uma maneira rápida e fácil de hidratar e suavizar a pele. O leite é fundamental para ajudar a cuidar da nossa pele, pois o seu ácido láctico natural é uma forma de alfa hidroxiácido, um ingrediente que pode ser encontrado em alguns dos melhores produtos para a pele. Este tipo de ácido dissolve suavemente as proteínas para esfoliar as células da pele morta, revelando uma pele fresca e muito mais jovem.

 

 

Benefícios:

  • relaxa;
  • melhora a aparência da pele e
  • deixa a pele macia.

Receita do Banho Cleópatra:

Na banheira

  • 2 litros de leite integral
  • 1/2 xícara de amido de milho
  • 1/2 xícara de bicarbonato de sódio
  • 10 gotas de óleo essencial da sua escolha
Acrescente esses ingredientes à água da sua banheira e faça o seu banho de imersão, permanecendo por cerca de 20 minutos. Para este banho não há necessidade de enxágue. Apenas seque-se com uma toalha felpuda e limpa.

Com a bacia 

  • 1 litro de leite
  • 1 litro de água
  • ¼ xícara de amido de milho
  • ¼ xícara de bicarbonato de sódio
  • 5 gotas de óleo essencial de sua escolha

Após o seu banho de higiene, jogue vagarosamente o seu banho de leite por todo o corpo. Não despeje de uma vez, faça isso aos poucos. À medida que vai jogando o banho, pare e vá espalhando-o por todo o corpo em movimentos circulares com o auxílio das mãos. Para este banho não há necessidade de enxágue. Apenas seque-se com uma toalha felpuda e limpa.

EUUUU não sei se teria coragem, afinal o leite tá o olho da cara kkkkkkkkk, mas fiquei beeem atentada. Óbvio que os alérgicos e ou intolerantes NÃO podem nem sonhar com esse banho e nem com o ensaio fotográfico hein.

E você me conta se teria coragem de fazer, se já fez ou se vai fazer rs.

 

 

 

Banhos Terapêuticos.

Ahhh que um banho é super relaxante não é?

Sempre li bastante sobre os banhos terapêuticos e sou uma apaixonada por esse tema. A minha amiga e Doula Juliana Fernandes veio dar o primeiro banho de ofurô do Felipinho e foi uma delícia, depois de maiorzinho continuei usando o ofurô para os dias de mais agitação e colocava camomila na água, compro á granel em empórios.

A camomila é sinônimo de relaxamento e calma, mas ela vai muito além:

  • Ajuda a acalmar e relaxar
  • Alivia o estresse
  • Acalma e remove as impurezas da pele
  • Serve também como analgésico
  • Acalma a mente, ajudando com a depressão
  • Por ser um calmante natural, o banho ajuda a combater a insônia.

Para preparar o banho vocês vão precisar de:
– camomila desidratada ou 2 sachês de chá para infusão;
🛀 como utilizar:
Camomila desidratada: preparei o banho com a água mais quente que o normal e coloquei um punhado, esperei um pouco até ficar na temperatura entre 36 graus. Ficou um aroma delicioso.
Camomila em sachês para infusão:
Faça o chá como de costume (sem acrescentar açúcar) e coloque na água da banheira.

Nosso primeiro banho com camomila foi aos 4 meses.

Outras ervas bacanudas:

Calêndula: boa para eczemas e problemas de pele.
Hortelã: refrescante e melhora resfriados e vias aéreas congestionadas.
Sálvia: melhora gripes, resfriados e vias aéreas congestionadas
Manjericão: ajuda o bebê a relaxar, é digestivo, alivia as cólicas.
Aveia: bom para aliviar coceiras, dermatites e melhorar a pele sensível e seca do bebê.
Campim Limão ou Erva Cidreira: analgésica, antialérgica, antiespasmódica, anti-inflamatória, antimicrobiana, antinevrálgica, antisséptica, cicatrizante e aromática. Atua como calmante e sedativo, tônico, relaxante e adstringente.

Nosso banho com a erva cidreira foi mais interativo, além do cheirinho delicioso o Fê brincou de tentar pegar as folhas.

Um banho quentinho e demorado à noite, antes de dormir, tem o poder de acalmar e relaxar.  Apenas deixe a criança com o corpo imerso na banheira e, se quiser, coloque uma música instrumental ou com sons da natureza bem baixinha. É sair da banheira, tetezinho e soninho gostosinho, rs.

Confesso que até o Rico entra na fila do banho kkkkkk e se espreme todo pra caber na banheira do irmão rs.

E você, tem algum banho diferentão? Se fizer conta pra mim a sua experiencia.

Beijão.

 

 

Iluminando e Decorando

Quem ama entrar em um lugar e ter aquela puta iluminação?

Já logo falamos: – Essa luz super me favorece, já vou fazer uma selfie. Não é verdade rs?

Aqui em casa, as luzes indiretas são todas brancas e de led, economia né amores, e as diretas amareladas. Vocês sabiam que as luzes são super responsáveis pela decor? Elas que vão contribuir para que o ambiente seja: romântico, acolhedor, intimista, descontraído e elas também podem variar de ambientes.

Mas vem cá, você sabe diferenciar a luz direta da indireta? O nome já explica mais ou menos a função de cada uma:

A iluminação direta é recomendada quando se precisa de uma iluminação mais focada, dando destaque a algum ponto da decoração e não só fazendo parte dela direta é quando a luz incide diretamente sobre uma superfície. Spots, pendentes, luminárias de mesa e abajures são os responsáveis por esse tipo de iluminação. Em alguns ambientes como: home office, sala de leitura e quarto, a luz direta é indispensável, pois facilita a leitura e o uso do computador.

Já a iluminação indireta, ela não possui um foco dirigido para iluminar, ela ilumina o ambiente como um todo, funcionando como uma luz de ambientação. Sua luz incide na superfície e só depois é refletida para iluminar outros cantos do local de forma uniforme. Para otimizar sua reflexão, é recomendado que essas superfícies reflexivas sejam de cores claras.

Maaaaas nosso post de hoje terá a iluminação direta  e as luminárias como destaque.

Nos quartos eu prefiro a iluminação direta amarelada,  o quarto fica muito mais aconchegante, além de dar aquele “arzinho” pinterest. O bacana é que as luminárias tem se reinventado e aquele abajur de cúpula simples, já nem aparece tão simples assim. E hoje as luminárias podem ate ser uma peça de destaque no cômodo. Algumas são verdadeiras peças de decoração:

Uma camisa ou uma luminária? A Clothes Hanger Lamp, desenhada pelo escritório de design holandês Droog, faz as vezes de um cabide e também de uma luminária pessoal. Basta pendurar uma roupa de sua escolha e voilà! Disponível na Carbono.

Já ameeeei demais essas, tem uma pegada urbana sensacional, Luminária Alien, da Next,

luminárias assinadas por Ingo Maurer, trazem os insetos pra dentro de casa, e eu pirei na primeira repleta de borboletinhas, ambas disponíveis na FAS Iluminação.

Claro que não podemos nos esquecer das queridinhas do momento:

os luminosos que vão de A á Z e em formatos de abacaxis, cactos, unicórnios, entre outro, eslas tem um custo beneficio super bacana e são ótimas para decorar.

Os cordãos luminosos podem ser encontrados em diversas cores e com a opção de serem de tomada ou pilha. Foi uma das minhas escolhas para os quartos dos meninos em duas propostas bem diferentes, que mostrarei em breve.

Cordão de Luz – você encontra na loja Veio na Mala

Um que eu acho super mágico e estou querendo, é essa luz de fada. Ela cria uma atmosfera bem lúdica e pode ser ótima para compor um detalhe no aparador ou mesa da sala.

Bem gente, tivemos digamos um post bem iluminado por aqui, rs. Espero que tenham gostado e se inspirado.

Beijos de luz.

 

Cor do Ano – Ultra Violet –

Siiiiim quem mais espera ansioso para saber qual cor irá ser destaque no ano?

“A Cor do Ano Pantone tornou-se muito mais do que uma tendência no mundo do design e da moda; agora é realmente o resultado de uma reflexão e da identificação daquilo que está em falta no mundo atual”, Laurie Pressman, Vice Presidente do Pantone Color Institute.

A partir da realização que as pessoas pelo mundo se tornam cada vez mais fascinadas pela cor e percebem a sua habilidade em converter mensagens e significados muito profundos, marcas e designers deveriam sentir-se empoderados pelo uso desta cor para inspirar e influenciar. A Cor do Ano é um momento no tempo que oferece uma estratégia direcional para o mundo do design e das tendências, reflexo de um trabalho em tempo integral ao longo do ano do Pantone Color Institute, fazendo o mesmo pelos designers e pelas marcas.

Já tivemos os queridos candy collors e cores fortes, marcantes e chicletes como o Marsala, que virou até tinta de cabelo, ah e será a queridinha do verão 2018.

A cor do ano eleita pela Pantone é:

Criativa, imaginativa, Ultra Violet ilumina o caminho do que ainda está por vir.

Complexa e contemplativa, Ultra Violet sugere os mistérios do Cosmos, a intriga daquilo que ainda está por vir e as descobertas que estão além do lugar onde nos encontramos agora. O vasto e ilimitado céu noturno é simbólico do que é possível fazer para continuar a se inspirar no desejo de perseguir um mundo que está além do nosso.

“Vivemos em tempos que precisam de criatividade e imaginação. É esta energia criativa e inspiradora que nos traz a cor indígena PANTONE 18-3838 Ultra Violet, um roxo resultante do azul escuro, que eleva nossas expectativas aos mais altos níveis. Evocando a exploração de novas tecnologias e das grandes galáxias, com a sua expressão artística e reflexões espirituais, o intuito Ultra Violet ilumina o caminho daquilo que ainda está por vir” – Leatrice Eisenman, Diretora Executiva do Pantone Color Institute –

Mas como combinar e ou introduzir a cor dentro de casa ou escritório? A Pantone disponibiliza algumas harmonizações com a cor :

Curiosidade: os Cantores: Prince, David Bowie e Jimi Hendrix usaram o roxo como uma expressão de individualidade.

Na decoração As formas, texturas, cores, iluminação, distribuição, materiais, etc devem se relacionar e nunca brigar entre si. Além disso, o bom uso de todos os demais princípios dá a sensação de um ambiente harmônico e fica tudo mais especial né?

Na cromoterapia as cores: índigo, violeta e roxo. … Ditas cores equilibram a mente e ajudam a transformar as obsessões e os medos. O índigo é uma cor muito poderosa para a psíque. Está associado com o funcionamento do cérebro e é um estimulante para a imaginação e a intuição.

E ae, vamos colocar cor?

Beijos.

Mini Bags: Amá-las ou Odiá-las?

Amantes da moda e antenadas como somos, não podemos deixar de falar sobre a tendência que anda fazendo a cabeça das fashionistas por aí, que são as mini bags!

Depois da febre das maxi bags há alguns anos atrás onde era possível levar a casa no ombro. Neste verão e primavera 2018, as mini bolsas prometem dominar os looks das ruas.

As bolsas pequenas fizeram sucesso nas últimas temporadas e muitas marcas estão apostando em vários modelos de mini bags. Com certeza você vai encontrar uma que seja do seu estilo. O difícil vai ser abrir mão da carteira, lencinho, álcool gel, hidratante labial, porta moedas, caneta, agenda, creme de mãos, nécessaire e tudo mais que se pode encontrar na bolsa de uma mulher.

Depois de escolher a bolsa, aposte no novo jeito de usá-la: na transversal. O look fica mais despojado, com uma pegada mais cool, mais despretensiosa.

Monte looks com blusa ombro a ombro

A blusa ombro a ombro é super feminina e valoriza muito o colo. Esse tipo de blusa acompanha mulheres de todos os estilos e em diferentes ocasiões.

Se você ainda não é adepta dessa tendência, aqui vão algumas dicas.

A calça jeans com o decote ombro a ombro nunca falha. Combine a blusa mais larga com peças sequinhas na parte inferior, assim você ganhará um equilíbrio de volume no look.