Parabéns Mickey

Se alguém te contasse  que um Rato faria você sonhar em conhecer um lugar lindo e mágico você acreditaria, muito doido não é?

 

Pois é, dia 18/11/1928 o gênio Walt Disney criou nosso ratinho para o longa: Plane Crazy, era um desenho mudo e o sucesso veio tão rápido que antes que o trabalho pudesse ser finalizado, o som irrompeu nas telas do cinema. Desta forma, Mickey teve a sua estreia com o desenho sonoro intitulado “Steamboat Willie”, que foi o primeiro desenho animado sonoro, apresentado no Colony Theatre em ManhattanNova Iorque, em 18 de novembro de 1928, para uma enorme plateia que aguardava ansiosamente pela primeira aparição de Mickey Mouse.[6] Sua dublagem a partir de Steamboat Willie era desempenhada pelo próprio Walt Disney (entre 1928 e 1946). Depois de Walt Disney, foi James G. MacDonald que assumiu a vocalização do Mickey e em 1977Wayne Allwine, um aprendiz de James G. MacDonald que foi a voz do Mickey até a sua morte em 2009. Atualmente, Mickey é dublado por Bret Iwan. (fonte: Wikipédia)

 

Eita Ratinho que nasceu pro sucesso.

Passaram-se 90 anos desde sua criação e Mickey Mouse continua vivo na memória de crianças e adultos ao redor do mundo, e é a franquia número 1 da The Walt Disney Company.

Em seu nonagésimo aniversário, confira algumas curiosidades do personagem mais icônico do mundo:

1. No início, o personagem principal de Walt Disney não era Mickey…
E sim Oswald, o coelho sortudo. Walt Disney acreditava que o personagem seria um sucesso, mas em uma viagem para tentar conseguir dinheiro para a produção, os investidores deram uma resposta negativa e, como os direitos autorais do personagem pertenciam a eles, assumiram o controle do personagem.

2. O primeiro nome de Mickey Mouse, na verdade era…
Mortimer!
 Após a reunião com os investidores de Oswald, Walt Disney e sua esposa voltaram a Los Angeles em um trem onde, Walt passou o tempo criando um ratinho alegre e com grandes orelhas redondas.

3. O nome “Mickey” foi sugerido por outra pessoa
Lillian, esposa de Walt, achou o nome Mortimer muito pretensioso e sugeriu Mickey. A partir daí, nascia um astro!

4. Nem tudo foi sucesso no começo!
Após criar o personagem, Walt Disney começou a trabalhar imediatamente no primeiro desenho animado de Mickey Mouse: Plane Crazy. O entusiasmo desapareceu quando nenhum distribuidor quis comprar o filme. Em sua segunda tentativa, Walt produziu outro desenho animado mudo intitulado Mickey, The Gallopin’ Gaucho, porém a Warner Bros. havia iniciado os filmes falados.

5. A estreia de Mickey Mouse nos cinemas foi um grande marco…
Com Steamboat Willie, Mickey Mouse fez sua estreia nas telas de cinema em 18 de novembro de 1928, no Colony Theatre de Nova York, como o astro do primeiro desenho animado com som sincronizado.

6. As primeiras palavras de Mickey foram…
“Hot Dog! Hot Dog!”, a fala faz parte do curta-metragem The Karnival Kid (1929). Daquele momento em diante, na maioria dos curtas de Mickey durante a Segunda Guerra Mundial foi o próprio Walt Disney que deu voz a Mickey.

7. Mickey Mouse possui nomes diferentes em alguns idiomas
Apesar do nome Mickey Mouse ser conhecido no mundo todo, em italiano, é chamado de Topolino; em alemão, é o Micky Maus; em espanhol, Raton Mickey; em sueco, Musse Pigg; e em mandarim, Mi Lao Shu.

8. Mickey participou da cerimônia do Oscar duas vezes
Em 1998, o personagem subiu ao palco para entregar um envelope ao ator Tom Selleck. Já em 2003, Mickey voltou a aparecer na cerimônia como animação ao lado da atriz Jennifer Garner.

9. Mickey Mouse chegou à televisão em 1950
Nesta década, Walt produziu um especial de Natal para televisão chamado “One Hour in Wonderland“. O desenho clássico Relojoeiros das Alturas (1937) também foi apresentado como parte das comemorações de fim de ano.

10. Mickey Mouse foi o primeiro personagem de desenhos animados a ser amplamente licenciado
O primeiro livro de Mickey Mouse foi publicado em 1930 e a Ingersoll Watch Company produziu o primeiro relógio do Mickey em 1933.

Ainda não tive a honra de conhecer a Disney, mas está no caderninho dos desejos.

O aniversário dos meninos terá a temática Volta Ao Mundo e o casal de Ratinhos charmosos chegarão para o Parabéns chic demais viajar e terminar na Disney né? (ah só não conta pros meninos que é surpresa, rs).

E quem fará a nossa alegria e a surpresa será : Grupo Fazendo a Festa , e juro to sem palavras para agradecer e super ansiosa para o grande dia rs.

E você ja conheceu essa duplinha?

“Hoje já não durmo para descansar, durmo para sonhar.” – Walt Disney

Dia de St. Patrick

Mas afinal que “diaxo” de San patrick é esse?

Na Irlanda é feriado, a festa dura 4 dias, os pubs lotam e muita cerveja verde e preta são vendidas. Mas afinal, o que tem por trás de tudo isso?

Como a escola do Rico é bilíngue, todo dia 17/03  ou data próxima quando cai no final de semana, ele vai com algo verde para representar o dia de San Patrick, eu mesma achava que era uma comemoração, estilo o nosso Carnaval, porém na versão deles, mas me surpreendi com a história que tem a ver com o Catolicismo, vem entender um pouco.

O St. Patrick’s Day, uma celebração tipicamente irlandesa que se espalhou por todo o mundo. Pessoas em diversos países comemoram a data bebendo, ouvindo músicas típicas, participando de desfiles e usando fantasias que remetem ao país. Mas qual o significado por trás dessa festa que faz com que monumentos, pessoas e até rios se tinjam de verde?

Como o próprio nome já diz, o dia é dedicado à Saint Patrick, ou São Patrício, padroeiro da Irlanda e responsável por disseminar o catolicismo no país, e é comemorado no dia de sua morte. Nascido em uma família rica da Grã-Bretanha, com o nome Maewyn Succat, foi sequestrado aos 16 anos por piratas nórdicos e levado como escravo para a ilha verde. Depois de seis anos na escravidão, conseguiu escapar e se refugiou em um mosteiro na região de Gauls (atual França) onde passou 12 anos se dedicando ao estudo do catolicismo. Teria ouvido, então, um chamado divino para retornar à Irlanda, como missionário da palavra de Deus.

Por ser conhecedor da cultura celta, utilizou-se de elementos e símbolos pagãos familiares a esse povo para pregar o cristianismo. O trevo, por exemplo, bastante significativo pois indicava o início da primavera,  foi usado por São Patrício para explicar a santíssima trindade, Pai, Filho e Espírito Santo. Com isso, o símbolo se tornou popular e passou a ser associado ao missionário.

Mais tarde, no século XVI, quando os ingleses confiscaram as terras irlandesas e criaram leis contra o idioma local, o trevo começou a ser utilizado como sinal de desagrado com a dominação Inglesa e orgulho de suas origens. Tornou-se, então, um emblema do nacionalismo irlandês. Por esse motivo, é um dos elementos mais associados ao país e ao dia de St. Patrick.  Nessa data, é possível vê-lo estampado nos mais diversos lugares. O trevo é, também, um dos responsáveis pela invasão da cor verde durante esse período.

Depois disso, a comemoração do dia de São Patrício atravessou o mar junto aos imigrantes Irlandeses que se espalharam pelo mundo, principalmente durante o século XIX. Os destinos mais comuns eram o Canadá, Austrália e Estados Unidos, que hoje conta com uma população irlandesa seis vezes maior do que a da própria Irlanda. Esses países, que sofreram grande influência dessa imigração, são lugares onde o santo padroeiro também é amplamente celebrado.

Foi nos EUA, por exemplo, que surgiram os desfiles de comemoração de St. Patrick – um grande número de irlandeses saía às ruas do país norte-americano no dia do santo para celebrar o feriado e suas origens. Esse ato era alvo do preconceito da sociedade americana e, por esse motivo, era mais seguro para as pessoas se organizarem em grupos, o que levou à formação das paradas. A tradição se tornou tão popular que, atualmente, o desfile de St. Patrick em Nova York conta com aproximadamente 150 mil participantes.

Apesar de sua origem religiosa e de ser realizado durante a quaresma, o feriado irlandês passou a ser sinônimo de festa e bebida depois da liberação de abertura dos bares e pubs na Irlanda na década de 60. Hoje, é mais associado à alegria e irreverência características do povo irlandês do que de fato ao santo de quem carrega o nome.

Conheça algumas curiosidades sobre o St. Patrick’s Day

  • Usar roupas e assessórios verdes é tradição nessa data. Em alguns lugares é comum as pessoas beliscarem os amigos que não estão usando a cor.
  • Na semana da festa é costume que os irlandeses deixem um pouco de lado a língua inglesa e se comuniquem mais pelo idioma irlandês. Isso é conhecido como “Seachtain na Gaeilge” (Semana da Língua Irlandesa).
  • Apesar de comemorado em diversos lugares do mundo, o dia de St. Patrick é feriado oficial apenas em três locais: na Irlanda, em uma pequena ilha do caribe chamada Montserrat e na província de Newfoundland and Labrador, no Canadá.
  • O dia de São Patrício é celebrado, também, em países cuja imigração e influência irlandesa não são tão significativas, como Rússia, Singapura, Brasil e Japão. Esse último, curiosamente, é um país sem tradição católica que celebra a data religiosa.
  • Na maioria dos países as comemorações do dia de São Patrício normalmente acontecem nas ruas, com músicas, desfiles e festas. Porém, em alguns lugares, como o Brasil, a celebração acontece dentro de bares, pubs e restaurantes que oferecem música, decoração, bebidas e cardápio típicos irlandeses.
  • No St. Patrick’s Day o consumo da cerveja Guiness no mundo quase triplica – de 5,5 milhões de litros em um dia normal para 13 milhões de litros no dia da comemoração.
  • Uma das características da celebração é a venda de cerveja verde, produzida pelos bares e pubs especialmente para essa data. A coloração é alcançada acrescentando menta ou corante à bebida.

  • Vários monumentos famosos do mundo são iluminados de verde para homenagear os irlandeses, como o cristo redentor, no Rio de Janeiro, as Pirâmides do Egito, o London Eye, a Torre de Pisa, na Itália, a Ópera House, na Austrália, as Cataratas do Niágara, no Canadá, e muitos outros.

  • Uma das homenagens mais impressionantes é a de Chicago, nos EUA. Lá, o rio que corta a cidade tem suas águas tingidas de verde.
  • No dia 17 de março, tradicionalmente, o presidente da Irlanda dá ao presidente dos EUA um vaso de trevos irlandeses. Porém, eles são destruídos logo após o ato simbólico porque, por questão de segurança, o presidente americano não pode receber flores ou comida de presente, será que esse ano rola essa cumplicidade? rs
  • O leprechaun é uma figura da mitologia celta que se tornou um dos símbolos irlandeses e é muito presente na celebração do St. Patrick’s Day. Porém, sua representação como um homenzinho pequeno com roupas verdes, barba e cabelos ruivos, foi criada pela Disney em 1959 no filme Darby O’Gill & the Little People.

  • Apesar do feriado de ser apenas no dia 17 de março, a comemoração do St. Patrick’s Day na Irlanda dura pelo menos quatro dias. Durante esse período, é comum as pessoas usarem fantasias e assessórios típicos da data no dia a dia, durante as compras, na rua e até mesmo no trabalho.

E viva o Santo que tem espalhado alegria por esse mundão a fora.

E você gostou de saber um pouco mais?

Segredos para disfarçar os poros dilatados

Nem sempre é fácil esconder os poros abertos e pontinhos pretos pelo nosso rosto. Por mais que usemos base, pó e até mesmo corretivo, eles teimam em saltar aos olhos.

O poro dilatado é o extremo da oleosidade do rosto, quem sofre de pele oleosa sabe muito bem disso, não é mesmo? O ideal é investir em produtos que sequem e preencham essa “dilatação” na pele.

ÁGUA GELADA

Sempre antes de começar a maquiagem, lave o rosto com água gelada, ela irá uniformizar melhor a pele e diminuir a dilatação. A água gelada também é ótima para diminuir o inchaço do rosto pela manhã.