Adaptação Escolar

E lá foi ele pra escola…..

O Enrico com 01 ano e 3 meses ingressava na sua vida escolar, e ele que sempre foi muito confiante nem me deu bola e entrou…. E eu? Eu chorei na porta da escola e me vi perdida, sem ter o que fazer, rs. O Felipe iniciou sua vida escolar há exatas 15 dias, e eu? eu não sei ainda o que pensar… a adaptação esta sendo muito diferente da do Rico, quarta-feira (31/07) e quinta-feira (01/08) entramos juntos as 13:30 fizemos as atividades juntos e viemos embora as 15:40.
Dia 02/08 tudo foi diferente….
Conversei bastante, expliquei que a escola era para ele, e que do mesmo jeito que eu levava e buscava o irmão, faria isso com ele.

Ele entrou as 13 hs, aos prantos… e eu? Fiquei firme e não me culpei.
Sábado e domingo quando o sino da igreja tocava ele já começava : – Escola não!
A gente explicava que não tinha escola, mas que segunda-feira a rotina voltaria.

Segunda-feira chegou …
O Felipe acordou e no café da manhã comecei a conversar com ele e expliquei que iriamos para a escola, mas que dessa vez a mamãe voltaria para casa. Ele me olhou e disse:

– o Felipe vai chorar, vai brincar, papa e chorar pra mamãe ir buscar.

Aquela empolgação de mochila, uniforme, lancheira … Ele foi todo empolgado andando, quando chegou perto da escola já começou: – escola não! e me pediu colo.
Conversamos com ele, quando chegou na porta: – CHORO!
Ele entrou sem resistência nenhuma, mas entrou chorandom chorando não aos prantos kkkkkk.
Me deu um nó na garganta e eu chorei na calçada.

Meu marido começou a rir e me chamou de bundona kkkkkk, as outras mães me acolheram de uma forma tão gostosa. Viemos embora e no caminho de volta conversamos que sabíamos que era o certo, mas que dava uma insegurança e uma sensação de que estávamos errados.

Ás 14:40 ligam da escola, já da aquele frio na barriga né?
E a coordenadora fala: – Oi Rafa, o Felipe ficou bem, mas agora depois do lanche começou a chorar e te chamar, você não quer vir busca-lo?
Eu: – Puxa jura, tudo bem. Vou sim!
Liguei pro meu marido e comentei:
– Olha como ele é esperto amor, disse que iria chorar para ir buscar e chorou!
Na hora me clareou e eu mesma complementei:
– Filho da mãe! Não vou buscar não! Ele me avisou o que faria e fez, se eu for buscar vai virar rotina.
Vai eu ligar na escola 20 min depois e explicar para a coordenadora, ela deu risada e disse:
– É Rafa, ele é além do tempo dele, muito esperto. Ele me perguntou se você viria eu disse que na hora de ir embora, ele parou de chorar e fomos pro parque.

OI?! kkkkkkkkkkkk fala sério né? que menino espertinho, já quer mandar na situação, como pode?.

Brincadeiras a parte, estamos no primeiro mês escolar e ele só foi 2 dias sem chorar e percebo que as saídas tem sido mais animadas. Ele teve o primeiro lanche festivo (comemoração do aniversariante do mês) ontem (27/08) compramos o presente da amiga Tonton e ele escolheu o brinquedo e a embalagem, foi pra escola todo empolgado mas chorou kkkkkkkkk. Ele chora mas não mostra resistência nenhuma em entrar, e logo no corredor da classe já para. Na saída veio todo feliz com a lembrancinha que foi um livrinho, e não desgrudou dele.

Tenho percebido na postura dele algumas mudanças, como sentar de perninha de índio (esmago de tanta fofura kkkkkk) algumas musiquinhas, e algumas saudações como: – Boa tarde, eu vou bem kkkkkkk. As pronuncias estão mais claras e seu vocabulário aumentando.

Ele volta da escola bem cansado, então deixo ele cochilar 1 hora para não ficar mal humorado e nem stressado, depois acordo ele, brincamos, dou a janta, brincamos e cama!

Me conta como foi a adaptação do seu filho, e ou como você esta se preparando para essa nova etapa.

Beijos.