Quintal na Varanda?

Eita que eu sou a doida da plantinha, maaaaas mato tudo afogada.

A varanda aqui de casa é grande, mas tem um formato estranho rs, já fizemos algumas mudanças para deixa-la super gostosinha. Como aqui no prédio não temos a varanda técnica (aquela que ficam as máquinas do Ar Condicionado), elas ficavam lá, tornando o lugar uma sauna quando queríamos a sala fresquinha, chamamos um técnico e reinstalamos elas no canto da varanda e fechamos com uma porta de vidro, ebaaaaaaaaa, ficou sensacional.

Mas, como deixar a Varanda gostosinha, verde e aconchegante? Para isso nossos amigos da Todeschini dão dicas mara, que eu já quero por em prática por aqui.

Pequenas ou espaçosas, as varandas são ambientes propícios para reuniões descontraídas e muito relaxamento, assim como os jardins e quintais das casas. O truque para criar esse clima agradável ao ar livre está na maneira como o espaço é aproveitado! Olha só:

 Verde, verde e mais verde! (amei essa parte)

O primeiro passo para deixar a sua sacada com cara de quintal é abrir um espacinho nela para o cultivo de plantas. Além de ser uma tendência, ter uma pequena floresta particular confere à decoração um grau extra de aconchego e vida. Sua varanda tem a metragem muito enxuta para comportar vasos no chão? Não tem problema! Aproveite as paredes e invista em um jardim vertical. As hortinhas de temperos também são muito bem vindas!

Projeto de Coletivo Arquitetos | Foto: Rui Teixeira

Minha paixão: cactos e suculentas, além de dar trabalho zero ficam lindas em vasinhos embelezando prateleiras, mesas, nichos, essas eu não mato afogada rs.

Projeto de Voa Arquitetura | Foto: Rafael Renzo

Lounge para relaxar
Quintais são ambientes relaxantes por essência. Por isso, vale a pena encontrar uma maneira de criar um cantinho na varanda para se esparramar depois de um longo e cansativo dia. Se espaço não for problema, crie um pequeno estar com móveis próprios para área externa. Já as redes e cadeiras de balanço são soluções perfeitas para as varandas menores.
Aqui em casa, comprei móveis de segunda mão, uma forma de contribuir para o meio ambiente e sobrar uma graninha extra para outros detalhes. Queria muito um balanço como o da foto, mas o teto é de gesso, snif.

Foto: Pinterest

Receber com charme e despojamento
A área externa de uma casa costuma ser o lugar dedicado às reuniões e festas com os amigos. Porque não fazer o mesmo com o seu quintal-varanda? Ambientes maiores podem comportar superbem uma cozinha gourmet completa, com churrasqueira e mesa de jantar, enquanto as mini varandas abrigam tranquilamente um cantinho para o bar!
Aqui em casa criamos a Varanda Beer, rs, um móvel que estava na sala e dois nichos que foram tirados do quarto dos meninos foram para a varanda, nos nichos algumas cervejas artesanais com rótulos diferentes, já no móvel algumas bebidas na parte de dentro e cactos e suculentas sobre ele.

O importante é receber os amigos, ter um espaço bem gostosinho para relaxarmos e brincarmos não é?
Lá no Pinterest temos algumas inspirações, e você o que achou das nossas dicas?

Beijão.

 

 

Pedras Exóticas na decoração.

Eita que a gente quando vê aquelas casas chics logo tem aquela pedrona de mármore em algum canto não é?

Elas são muito usadas como revestimentos e bancadas, mas atualmente as pedras vêm ganhando outros espaços na casa e aparecendo como o elemento principal de móveis, peças decorativas e utensílios. E vale tudo: da valorização da aparência bruta às rochas totalmente trabalhadas, das clássicas às mais exóticas, como mármore, pedra-sabão, quartzo e ágata, todas podem ser usadas. Sozinhas ou misturadas a outros materiais, elas brilham na decoração e estão cada vez mais presentes em móveis e objetos.

E quando a gente ouve pedra-sabão logo lembramos do Aleijadinho um dos maiores artistas brasileiros de todos os tempos,nas mãos dele a pedra ganhou a forma de anjos e diversos objetos que ornamentam igrejas até hoje.

Pra falar desse assunto hoje temos o Grupo Guidoni com expertise de mais de 25 anos no segmento, contempla em seu portfólio diferentes superfícies com grandes desenhos contínuos onde a combinação de nuances é responsável por transmitir uma sensação de movimento natural – a essência das rochas exóticas.

São materiais que apresentam uma ampla versatilidade de aplicações e possibilidades de bookmatching, que permitem projetos arquitetônicos ímpares: desde painéis verticais exclusivos a bancadas e tampos de móveis que conferem um toque de design único às peças. Apresentando uma gama intensa de cores diversas, as pedras exóticas podem compor também pisos, escadarias, pias esculpidas, etc., transformando os materiais nos grandes destaques dos projetos.

Abaixo, uma seleção de pedras exóticas do portfólio da Guidoni para adotar na decoração:

Guidoni_Tungstenio

 

Tungstênio – Grandes veios brancos e cinza parecem dançar sobre a superfície do quartzito de intensa base negra com contraste em azul. As linhas sinuosas e dinâmicas trazem vida ao granito, que se destaca nos espaços pela padronagem exclusiva naturalmente esculpida na rocha ao longo dos anos.

Guidoni_Calacatta_White

 

Calacatta White – O quartzito traz sobre a suave superfície branca grandes veios acinzentados marcantes, que exibem diferentes matizes e conferem ao material uma personalidade ímpar, sofisticada e elegante;

 

Guidoni_Crema_Royale

 

CremaRoyale – Combinando nuances de tons intensos como preto, marrom e amarelo às cores mais suaves como creme, bege e branco, o granito exótico apresenta padrões sofisticados e marcantes. O contraste entre as tonalidades quentes e frias cria um visual orgânico e imponente;

 

Guidoni_White_Macaubas

 

White Macaubas – Com uma paleta cromática suave, o quartzito apresenta sobre a base branca uma rica combinação de veios intensos e traços acinzentados. As diferentes tonalidades de cinza percorrem por toda a superfície, trazendo um design minimalista à pedra;

 

Guidoni_Amarone

 

Amarone – Nuances em cinza, preto, branco e marrom conferem a esse granito exótico uma superfície distinta, onde tons frios e quentes se intercalam e se combinam com elegância. Com uma iluminação direcionada, o movimento natural dos veios orgânicos se destaca e parece ganhar vida.

 

 

Aqui em casa temos algumas esculturas em pedra-sabão, as pedras são atemporais e sempre dão um UP na decor não é mesmo?

Beijos.

As portas e a Decoração.

Oi Gente,

Já pararam para reparar que pensamos na cor da parede, no papel de parede, no quadro e até na decoração no teto, mas e as portas?
Elas são o cartão de visita de uma casa, porquê não incluí-las na decor não é, e não estamos falando de temas como Páscoa ou Natal, mas no dia a dia.

As portas têm um papel muito importante na arquitetura e design de uma casa. Não só devido ao seu lado funcional, como também o estético. Assim como acontece com as paredes, as portas também podem ser renovadas de forma simples. Mudanças pequenas como uma nova pintura, um novo revestimento, ou outras opções mais criativas, podem dar à decoração de sua casa um estilo mais moderno e único.

Uma nova pesquisa da imobiliária Marsh & Parsons em conjunto com o Instituto de Cores Pantone mostra como a cor da porta de entrada da casa pode revelar traços da personalidade do morador. Apesar de inuisitado, o estudo explica que a escolha da tinta vai muito além de moda e tendências. Isso acontece porque, psicologicamente, as pessoas tendem a se sentir mais atraídas por casas que refletem a sua própria personalidade. (fonte: revista casa e jardim).

Confira o significado de algumas cores na porta de entrada da casa:

Preto: elegância, poder e prestígio
Branco: simplicidade e frescor
Cinza: atemporal e clássico
Verde: calma, silêncio e suavidade
Vermelho: comando e dinâmica
Amarelo: calor, boas-vindas e otimismo
Rosa: juventude e entusiasmo
Roxo: drama
Azul : autoridade e confiança

Agora, vou contar uma coisa, rs fui no pinterest e pirei total kkkkkk.

 

Mas calma que a gente consegue dar UP grade sem colocar muita cor, rs.

 

 

Que tal um adesivo fofo?

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

E essa porta bicolor lindaaaaaa!! Nada que uma boa fita crepe para fazer essa divisão.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Aiiii que eu já amei essa porta lousa! perfeita pra quem não tem espaço nas paredes e quer agradar o filhote né?

 

 

 

 

 

 

E quando a porta entra na decor do quarto e segue a pintura?

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Beijos e cor pra vocês.

Mesa lateral na decoração.

Oieee,

Hoje em dia as mesinhas laterias estão super em alta e além de dar aquele UP na decor são super funcionais. Eu amooo objetos úteis, rs. Apesar de não ser exatamente um móvel essencial, a mesa lateral pode ser muito útil além de complementar a decoração, dando um toque extra de charme.  A mesa lateral geralmente é usada na sala de estar e ao lado dos sofás, sabe aquele espacinho vazio que a gente sente que falta algo, coloca lá a mesa e voulá, mas elas também ficam bem charmosas quando colocadas ao lado de uma poltrona.

A mesa lateral não costuma ser muito baixinha como uma mesa de centro nem mais alta como uma mesa de jantar, o ideal é não ultrapassar 10 cm para cima ou para baixo do braço da poltrona ou sofá.. Essa altura permite que a mesa lateral para sala seja usada confortavelmente como um apoio extra para quem está no sofá, permitindo, por exemplo, colocar ali objetos que estão usando, como copos e controles remotos.

(inusual)

As mesas laterais ou mesas auxiliares, podem ser funcionais ou decorativas, dependendo do gosto do morador ou da necessidade de cada casa. Caso sejam funcionais, podem servir de apoio para livros, controles ou base para vasos e artigos de decoração. Mas também podem compor um ambiente como uma obra de arte, devido à exuberância, formato e matéria-prima utilizada. A versatilidade da peça permite que ela seja usada em vários lugares da casa!

07 passos para a mesa lateral ser utilizada com sucesso, rs:

  1. Escolha o local ideal para a mesa lateral. …
  2. Conheça os modelos de mesa lateral. …
  3. Tenha atenção ao tamanho da mesa. …
  4. Defina a cor da mesa. …
  5. Confira a altura da mesa. …
  6. Use a mesa lateral no lugar da mesinha de centro. …
  7. Selecione os objetos decorativos.

Eu já me inspirei e to com várias idéias pra nova decoração da sala, rs.

E você, gostou da nossa dica?

Beijos.

 

Afinal o que é Milk Bath?

Oies,

Entre tantas novidades para as gestantes e mães o Milk Bath chegou chegando e arrancando suspiros. Mas afinal, o que é esse tal de milk Bath Rafa?! Nada mais é do que: – Banho de leite, rs.
Alguns soltam:  – Eca que Nojo! Mas o banho de leite não é nenhuma novidade, a diva Cleópatra era Fã desses banhos e ele é super cheio de propriedades sabiam, então antes de falarmos sobre os ensaios fotográficos, vamos falar do banho de leite Ok?

Como uma maneira rápida e fácil de hidratar e suavizar a pele. O leite é fundamental para ajudar a cuidar da nossa pele, pois o seu ácido láctico natural é uma forma de alfa hidroxiácido, um ingrediente que pode ser encontrado em alguns dos melhores produtos para a pele. Este tipo de ácido dissolve suavemente as proteínas para esfoliar as células da pele morta, revelando uma pele fresca e muito mais jovem.

 

 

Benefícios:

  • relaxa;
  • melhora a aparência da pele e
  • deixa a pele macia.

Receita do Banho Cleópatra:

Na banheira

  • 2 litros de leite integral
  • 1/2 xícara de amido de milho
  • 1/2 xícara de bicarbonato de sódio
  • 10 gotas de óleo essencial da sua escolha
Acrescente esses ingredientes à água da sua banheira e faça o seu banho de imersão, permanecendo por cerca de 20 minutos. Para este banho não há necessidade de enxágue. Apenas seque-se com uma toalha felpuda e limpa.

Com a bacia 

  • 1 litro de leite
  • 1 litro de água
  • ¼ xícara de amido de milho
  • ¼ xícara de bicarbonato de sódio
  • 5 gotas de óleo essencial de sua escolha

Após o seu banho de higiene, jogue vagarosamente o seu banho de leite por todo o corpo. Não despeje de uma vez, faça isso aos poucos. À medida que vai jogando o banho, pare e vá espalhando-o por todo o corpo em movimentos circulares com o auxílio das mãos. Para este banho não há necessidade de enxágue. Apenas seque-se com uma toalha felpuda e limpa.

EUUUU não sei se teria coragem, afinal o leite tá o olho da cara kkkkkkkkk, mas fiquei beeem atentada. Óbvio que os alérgicos e ou intolerantes NÃO podem nem sonhar com esse banho e nem com o ensaio fotográfico hein.

E você me conta se teria coragem de fazer, se já fez ou se vai fazer rs.

 

 

 

Primeiro trimestre de Gestação.

Quando eu ouvia:

-Nenhuma gestação é igual.

Eu tive plena certeza rs, já contei dos enjoos, mas nessa gestação eu estou mais medrosa.

Não sei explicar ao certo, mas acho que a quantidade de informação nos deixa mais apreensivos. O primeiro trimestre de gestação vai da 1ª até a 12ª semana de gravidez e durante esse período o corpo vai se adaptando às sucessivas mudanças que durarão, aproximadamente, 40 semanas, até o nascimento do bebê.

Alguns exames na primeira consulta do pré-natal.

Os exames de sangue que devem ser feitos no 1º trimestre de gravidez são:

  • Hemograma completo: Serve para verificar se há alguma infecção ou anemia.
  • Tipo sanguíneo e fator Rh: Importante quando o fator Rh dos pais é diferente, quando um é positivo e outro é negativo.
  • VDRL: Serve para verificar se há sífilis, uma doença sexualmente transmissível, que se não for devidamente tratada, pode levar a malformação do bebê ou aborto espontâneo.
  • HIV: Serve para identificar o vírus HIV que provoca a AIDS. Se a mãe for devidamente tratada, as chances do bebê se contaminar são baixas.
  • Hepatite B e C: Serve para diagnosticar as hepatites B e C. Se a mãe receber o devido tratamento, evita que o bebê seja contaminado com estes vírus.
  • Tireóide: Serve para avaliar o funcionamento da tireoide, os níveis de TSH, T3 e T4, pois o hipertireoidismo pode levar ao aborto espontâneo.
  • Glicose: Serve para diagnosticar ou acompanhar o tratamento da diabetes gestacional.
  • Toxoplasmose: Serve para verificar se a mãe já teve contato com o protozoário Toxoplasma gondi, o qual pode causar malformação no bebê. Caso não seja imune, ela deverá receber orientações para evitar a contaminação.
  • Rubéola: Serve para diagnosticar se a mãe possui rubéola, pois esta doença pode provocar malformação nos olhos, coração ou cérebro do bebê e também aumenta o risco de aborto espontâneo e de parto prematuro.
  • Citomegalovírus ou CMV: Serve para diagnosticar a infecção pelo citomegalovírus, que quando não é devidamente tratada pode causar restrição de crescimento, microcefalia, icterícia ou surdez congênita no bebê.

Esses são super “de boa”, mas uma ultrassom específica me deixou apreensiva, a ultrassom realizado com 11 semanas de gestação, nela é possível fazer a medida da translucência nucal, que é uma medida tirada no ultrassom morfológico do primeiro trimestre, um exame de rotina que tem como principal objetivo ajudar a detectar o risco de síndrome de Down e outras anomalias cromossômicas, além de problemas cardíacos. O objetivo principal da translucência nucal é medir um espaço específico na nuca do bebê, entre 11 e 14 semanas de gravidez. A partir de 14 semanas, não dá mais para fazer o exame, porque o espaço deixa de ser transparente na imagem do ultrassom. Mamães temos que nos atentar e fazer tudinho que nossos GOs pedem, as datas são primordiais.

Bebês que tenham alguma anomalia tendem a acumular mais líquido nessa região da nuca, por isso uma medida acima da média normal é considerada um possível indicador de algum problema. Durante o mesmo exame, também se verifica a presença do osso nasal. A ausência desse osso pode ser mais um indicador de anormalidade.
Às vezes, o resultado da medida da translucência nucal é combinado com o resultado de um exame de sangue feito na mãe, gerando uma avaliação do risco da presença de alguma síndrome cromossômica. Esse exame de sangue é útil porque diminui o grande número de falsos positivos que só a medida pelo ultrassom apresenta.
Com base no resultado da translucência nucal, na presença ou não do osso nasal e na idade da mãe, o médico pode sugerir a realização de algum outro exame, como o diagnóstico pré-natal não-invasivo (feito pelo exame de sangue)biópsia do vilo corial ou a amniocentese, a fim de confirmar ou descartar uma eventual suspeita.
Se você fizer o exame o quanto antes, próximo das 11 semanas, terá mais tempo de fazer uma biópsia do vilo corial (que pode ser feita até 13 semanas) para ter uma resposta definitiva, em caso de suspeita de anormalidade.
Por outro lado, em termos médicos, 12 semanas completas é o momento ideal para o exame. O exame de marcadores bioquímicos no sangue, que deixa o resultado da translucência nucal mais preciso, também é realizado com 12 semanas. E mamães NADA de ficar no tio google.

E lá ficamos alguns instantes (quase uma eternidade, rs) e ouvimos:

Tudo normal.

Meu medo era algum probleminha cardíaco, aflição boba né? Mas graças a deus coração OK rs.

Muitas pessoas ainda não sabiam da gestação, e agora só faltava 02 semanas para contarmos para todo mundo, e fazer aquela foto com textão no Insta, rs.

 

 

Pó pó pó

Quem é que tem a pena azulzinha, quem é que tem um monte de pintinhas….

É a Galinha Pintadinha!!!

Olha eu voltando pro mundo da Có có rs, há 5 anos atrás era ela por todos os lados lá em casa, rs. SIM as crianças amam a Galinha, o Pintinho, a Borboletinha e todos os outros personagens. E para alegrar ainda mais nossos pequenos, alguns shoppings do Brasil terão a temática: “Parque de Galinha Pintadinha e sua Turma”, um oferecimento da Bromelia Produções e da Ludi Entretenimento.

As atrações gratuitas oferecem diversão para toda a família, como a piscina de bolinhas na área baby, com a temática da série Galinha Pintadinha Mini, a visita ao Castelo da Galinha Pintadinha, as aulas de gastronomia na Cozinha da Borboletinha dentro do castelo, a pista de dança na Cabine Musical das Naftalinas, a Arena Radical do Pintinho Amarelinho com um circuito de triciclos e a Torre da Dona Aranha com um escorregador em espiral.

Entre as atividades pagas um passeio de Trenzinho da Galinha Pintadinha, personalizado com vagões em formato de ovos gigantes para as crianças e os pais circularem pelos corredores do shopping .

e um Estúdio Fotográfico com as fantasias especiais dos principais personagens, onde é possível registrar todos os momentos de diversão.

Além disso, essa atração ainda tem a “Caça aos Ovos”, um aplicativo de realidade aumentada que pode ser baixado gratuitamente na Google Play e Apple Store. Brincadeira ideal para quem gosta de tecnologia, esse novo app da marca possibilita caçar ovinhos pelos corredores do shopping e colecionar figurinhas do tema em um álbum virtual. A atração estreou em Londrina e segue para outras cidades, como São Bernardo do Campo,Campinas, Porto Alegre, Franca, UberlândiaGoiânia e Vitória. Sucesso absoluto na internet e disponível nos principais serviços de vídeo por streaming e também na TV aberta em breve, hoje a Galinha Pintadinha alcança uma audiência de mais de 15 milhões de views diários e também está presente em diversos países além do Brasil.

 

EEEEEEEE quem quer embarcar no trenzinho da Có Có?

Beijos.

Iluminando e Decorando

Quem ama entrar em um lugar e ter aquela puta iluminação?

Já logo falamos: – Essa luz super me favorece, já vou fazer uma selfie. Não é verdade rs?

Aqui em casa, as luzes indiretas são todas brancas e de led, economia né amores, e as diretas amareladas. Vocês sabiam que as luzes são super responsáveis pela decor? Elas que vão contribuir para que o ambiente seja: romântico, acolhedor, intimista, descontraído e elas também podem variar de ambientes.

Mas vem cá, você sabe diferenciar a luz direta da indireta? O nome já explica mais ou menos a função de cada uma:

A iluminação direta é recomendada quando se precisa de uma iluminação mais focada, dando destaque a algum ponto da decoração e não só fazendo parte dela direta é quando a luz incide diretamente sobre uma superfície. Spots, pendentes, luminárias de mesa e abajures são os responsáveis por esse tipo de iluminação. Em alguns ambientes como: home office, sala de leitura e quarto, a luz direta é indispensável, pois facilita a leitura e o uso do computador.

Já a iluminação indireta, ela não possui um foco dirigido para iluminar, ela ilumina o ambiente como um todo, funcionando como uma luz de ambientação. Sua luz incide na superfície e só depois é refletida para iluminar outros cantos do local de forma uniforme. Para otimizar sua reflexão, é recomendado que essas superfícies reflexivas sejam de cores claras.

Maaaaas nosso post de hoje terá a iluminação direta  e as luminárias como destaque.

Nos quartos eu prefiro a iluminação direta amarelada,  o quarto fica muito mais aconchegante, além de dar aquele “arzinho” pinterest. O bacana é que as luminárias tem se reinventado e aquele abajur de cúpula simples, já nem aparece tão simples assim. E hoje as luminárias podem ate ser uma peça de destaque no cômodo. Algumas são verdadeiras peças de decoração:

Uma camisa ou uma luminária? A Clothes Hanger Lamp, desenhada pelo escritório de design holandês Droog, faz as vezes de um cabide e também de uma luminária pessoal. Basta pendurar uma roupa de sua escolha e voilà! Disponível na Carbono.

Já ameeeei demais essas, tem uma pegada urbana sensacional, Luminária Alien, da Next,

luminárias assinadas por Ingo Maurer, trazem os insetos pra dentro de casa, e eu pirei na primeira repleta de borboletinhas, ambas disponíveis na FAS Iluminação.

Claro que não podemos nos esquecer das queridinhas do momento:

os luminosos que vão de A á Z e em formatos de abacaxis, cactos, unicórnios, entre outro, eslas tem um custo beneficio super bacana e são ótimas para decorar.

Os cordãos luminosos podem ser encontrados em diversas cores e com a opção de serem de tomada ou pilha. Foi uma das minhas escolhas para os quartos dos meninos em duas propostas bem diferentes, que mostrarei em breve.

Cordão de Luz – você encontra na loja Veio na Mala

Um que eu acho super mágico e estou querendo, é essa luz de fada. Ela cria uma atmosfera bem lúdica e pode ser ótima para compor um detalhe no aparador ou mesa da sala.

Bem gente, tivemos digamos um post bem iluminado por aqui, rs. Espero que tenham gostado e se inspirado.

Beijos de luz.