Quintal na Varanda?

Eita que eu sou a doida da plantinha, maaaaas mato tudo afogada.

A varanda aqui de casa é grande, mas tem um formato estranho rs, já fizemos algumas mudanças para deixa-la super gostosinha. Como aqui no prédio não temos a varanda técnica (aquela que ficam as máquinas do Ar Condicionado), elas ficavam lá, tornando o lugar uma sauna quando queríamos a sala fresquinha, chamamos um técnico e reinstalamos elas no canto da varanda e fechamos com uma porta de vidro, ebaaaaaaaaa, ficou sensacional.

Mas, como deixar a Varanda gostosinha, verde e aconchegante? Para isso nossos amigos da Todeschini dão dicas mara, que eu já quero por em prática por aqui.

Pequenas ou espaçosas, as varandas são ambientes propícios para reuniões descontraídas e muito relaxamento, assim como os jardins e quintais das casas. O truque para criar esse clima agradável ao ar livre está na maneira como o espaço é aproveitado! Olha só:

 Verde, verde e mais verde! (amei essa parte)

O primeiro passo para deixar a sua sacada com cara de quintal é abrir um espacinho nela para o cultivo de plantas. Além de ser uma tendência, ter uma pequena floresta particular confere à decoração um grau extra de aconchego e vida. Sua varanda tem a metragem muito enxuta para comportar vasos no chão? Não tem problema! Aproveite as paredes e invista em um jardim vertical. As hortinhas de temperos também são muito bem vindas!

Projeto de Coletivo Arquitetos | Foto: Rui Teixeira

Minha paixão: cactos e suculentas, além de dar trabalho zero ficam lindas em vasinhos embelezando prateleiras, mesas, nichos, essas eu não mato afogada rs.

Projeto de Voa Arquitetura | Foto: Rafael Renzo

Lounge para relaxar
Quintais são ambientes relaxantes por essência. Por isso, vale a pena encontrar uma maneira de criar um cantinho na varanda para se esparramar depois de um longo e cansativo dia. Se espaço não for problema, crie um pequeno estar com móveis próprios para área externa. Já as redes e cadeiras de balanço são soluções perfeitas para as varandas menores.
Aqui em casa, comprei móveis de segunda mão, uma forma de contribuir para o meio ambiente e sobrar uma graninha extra para outros detalhes. Queria muito um balanço como o da foto, mas o teto é de gesso, snif.

Foto: Pinterest

Receber com charme e despojamento
A área externa de uma casa costuma ser o lugar dedicado às reuniões e festas com os amigos. Porque não fazer o mesmo com o seu quintal-varanda? Ambientes maiores podem comportar superbem uma cozinha gourmet completa, com churrasqueira e mesa de jantar, enquanto as mini varandas abrigam tranquilamente um cantinho para o bar!
Aqui em casa criamos a Varanda Beer, rs, um móvel que estava na sala e dois nichos que foram tirados do quarto dos meninos foram para a varanda, nos nichos algumas cervejas artesanais com rótulos diferentes, já no móvel algumas bebidas na parte de dentro e cactos e suculentas sobre ele.

O importante é receber os amigos, ter um espaço bem gostosinho para relaxarmos e brincarmos não é?
Lá no Pinterest temos algumas inspirações, e você o que achou das nossas dicas?

Beijão.

 

 

Bebê Aventura na Estrada – Santos / GYN

Eita que tem mais km na conta, rs.

Mais uma férias de julho em Goiânia, sinônimo de descanso, sem Make, família e crianças livres. Rico de avião com a vovó e a prima (preciso aprender a ficar sem ele rs), maridon, filho mais velho e bebê de carro.

Bebê + carro= stress kkkkkkkkkk.

Judiação do meu filhotinho, mas brincadeiras à parte tudo está fluindo…

Atrasamos e saímos de casa as 10:50 da manhã as 11:30 ele dormiu e só acordou as 13, dois polvilhos pra enganar a barriguinha, almocinho no carro, tetezinho e NADA dele dormir. Paramos no Graal (amooooo, mas tá um rim comer aqui, só fomos ao banheiro e borá pra estrada). Acabamos sendo surpreendidos por uma queimada grande, e a rodovia foi bloqueada por segurança. Pqp! Que dor no coração ver aquele fogo todo, tentei procurar na internet o que estava aconteceu mas não achei. Ficamos parados por cerca de 40 min, o Felipinho entediado, tete direito, tete esquerdo, água, brincadeiras…. mas ele estava irritado demais . Barriguinha cheia e fralda limpa, o que fazemos?! Maaaaaaais tetezinho e depois de 20 min (que mais pareceu horas) ele se rendeu e mimiu.

Agora são 15:37 ele dorme lindamente, e nos seguimos viagem para recuperar as horas perdidas, to com fome e para agilizar uns biscoitinhos para enganar a fome. Música rolando e vamos cantando , até tocar Lucas Neto SIM, pendrive de mãe né mores? Meu coração chega a apertar de saudades do meu magrelo, mais alguns kms e estaremos juntinhos. O cochilinho durou cerca de 2 horas, yupiiii!!! Paramos um pouco para esticar e se alimentar, rolou um queijo quente pra mamãe com uma coca ks e pro bebezão uma banana amassada e aguinha.

Aquela olhada no visual, agradecer e seguir viagem.

O gostoso de ir de carro, são as altas conversas, o visual que muda, o por do sol que nos aquece….

Até uma simples ferrovia vira obra de arte.

19:58 cacete de desvio muito doido rs, um gelo na barriga e seguimos afinal só faltam 300 km .

Paramos para tomar um cafezinho e tcharam um Buffet lindo de arroz e feijão, fiz um prato pro meu filhote, afinal prefiro “perder” 30 min com jantar saudável do que com papinha industrializada, seguimos em frente nos últimos 200 km o Felipinho ficou um pouco mais agitado, mas foi um anjo a viagem todinha.

01:23 chegamos na Chácara, estava tão cansada que deitei para amamentar que dormi com a roupa do corpo.

E vamos descansar que amanhã temos um dia indo para aproveitar.