Urban Jungle, calma que não é nome de filme! Vem conferir essa decor.

Urban  Jungle, calma que não é nome de filme! Vem conferir essa decor.

Vou pro campo relaxar, ver o verde! Quem nunca falou isso que atire a primeira pedra rs. Os centros urbanos estão cada vez menos verdes, e isso fez com que aquele vaso “esquecido” na varanda ou na sala fosse um refúgio da vida urbana.

Só mais essa plantinha e quando vamos ver temos a nossa Urban Jungle, a Selva Urbana. Elas chegaram invadindo, estão dominando tudo, tudinho!! Não dá pra bobear! Se antes se limitavam aos jardins do quintal da casa da mãe ou da avó, hoje, qualquer cantinho da nossa residência pode ter a sua presença. E vai de vasinho, vasão, suculenta, espada de São Jorge…

Temos: cor, texturas e aromas. E olha que dá pra brincar com vasos, reutilizar garrafas, e tudo mais.

  • Linha de vasos: fácil e fofa, essa disposição consiste em vasos (normalmente de um mesmo tamanho) dispostos em linha. É um ótimo jeito de aproveitar aquela janela que bate Sol;
  • Esquina de vasos: um cantinho de vasos é a maneira perfeita de aproveitar aquele canto vazio e sem graça. Você pode misturar tamanhos diferentes de plantas e colocar banquinhos e suportes para criar vários “níveis”, deixando sua composição mais tridimensional e interessante.
  • Prateleira verde: bastante em alta no Instagram, as #plantshelfies dão uma alegrada nas estantes (fica lindo sobre o sofá e cama).
  • Jardim Vertical: complexo e um pouco mais trabalhoso, o jardim vertical é um segmento ou parede inteira que é coberto por plantas. Ele precisa de estrutura e manejo adequados, mas é perfeito para quem já ama jardins e tem experiência nos cuidados.

No estilo Urban Jungle a ideia é ser o mais natural possível. Materiais como madeira e pedras naturais são muito versáteis para mobiliário e você pode facilmente encontrar luminárias, cadeiras e mesinhas desses materiais. Se você não quer adquirir móveis novos, pode acrescentar detalhes que se remetem à plantas.

O estilo Urban Jungle não precisa ser focado no paisagismo, para que seu ambiente fique com mais cara de floresta podemos optar por móveis de madeira em qualquer tom, prefira sofá em tons terrosos, o piso pode ser de madeira, você pode ousar em detalhes que farão ainda mais diferença:

  • Conjuntos quadros botânicos: muito delicadas, as ilustrações ficam ótimos nas paredes;
  • Papéis de parede: padrões de folhagens podem mudar totalmente um ambiente com textura e expressividade;
  • Estampas: motivos botânicos em sofás, tapetes e almofadas alegram os móveis;
  • Utensílios: até os pratos, copos e outros utensílios de cozinha podem entrar no estilo;
  • Balanço: se você quer mesmo deixar sua casa com cara de jardim, que tal um balanço de macramé? Eles estão em alta e dão um toque romântico à sua floresta.

O menos é mais!

AQUI NÃO! rs aquela história de pecar pelo excesso aqui não existe, afinal, a maneira mais óbvia de criar uma floresta urbana é exagerar nas plantas com folhagens de todos os tons de verde, o segredo está em ter menos protagonismo para flores e total destaque para folhas.

E sim! Achei até paleta de cor no Pinterest para gente se basear, ousar e inovar:

Eu amo demais esse estilo de decoração e acaba sendo um respiro em momentos de escassez mental né? Regar as plantinhas, limpar as folhas. Me conta o que achou e já compartilha com os amigos.

Leave a Reply

Your email address will not be published.